Moda

Oiôba criou um fato de surf solidário para ajudar jovens em São Tomé e Príncipe

É uma peça colorida, leve e versátil, que vai apoiar o projeto SOMA - Surfistas Orgulhosas na Mulher D'África.
Tem muita cor.

A marca portuguesa Oiôba — conhecida pelos seus biquínis e fatos de banho cheios de cor — lançou na passada quarta-feira, 11 de agosto, o seu primeiro fato de surf. É uma peça feminina que foi criada em parceria com a SOMA – Surfistas Orgulhosas na Mulher D’África, com o objetivo de apoiar esta organização sem fins lucrativos. Por cada peça vendida, a Oiôba doa outra às jovens de São Tomé e Príncipe. 

Foi a SOMA que introduziu a modalidade feminina de surf em São Tomé e Príncipe em outubro de 2020, de forma a potenciar a vida das crianças da ilha através do desporto. É um projeto de desenvolvimento pessoal e social, que envolve miúdos entre os 6 aos 18 anos e aos quais o projeto português quer “dar uma experiência ainda mais feliz”.

oiôba
Custa 65€.

O Soma SurfSuit tem mangas compridas e fecho nas costas. É elegante, colorido, com os padrões tropicais que seguem a identidade da marca. É produzido em Portugal, tal como todas as coleções do projeto, e não é feito no habitual neoprene — tem um tecido mais leve, versátil e adaptável a diferentes situações, seja para aproveitar os dias quentes na costa portuguesa ou para uma surf trip num destino tropical.

É uma edição limitada que está à venda na loja online da Oiôba por 65€. Por lá, continuam a estar as linhas de activewear, calções de banho para homem e swimwear para mulher, incluindo a mais recente coleção, Liberta, totalmente feita de resíduos de plástico recolhidos no mar. 

A seguir, carregue na galeria para ficar a conhecer a mais recente linha de biquínis e fatos de banho da Oiôba.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT