Moda

Os jeans mais controversos dos anos 70 estão de volta — e nem todas sabem combiná-los

Até podem não gerar consenso, mas são uma das propostas ideais para todos os tipos de corpo. A NiT reuniu algumas opções.
Não é fácil combinar.

Se achava que o grande debate sobre a ganga se centrava apenas no duelo entre os modelos skinny ou largos, pense novamente. Entre as propostas mais amplas, há uma silhueta invulgar e bastante volumosa que tem dividido a indústria da moda. A verdade é que, por mais controversa que seja, basta olhar para as tendências para repararmos que é cada vez mais procurada.

Falamos dos barrel-leg jeans (“perna de barril”, em tradução livre) que, tal como o nome sugere, replica o cilindro saliente de um barril. O estilo destaca-se pela cintura bastante marcada que se torna insuflada até ao joelho, onde atinge o pico da circunferência. E apenas nos tornozelos é que o desenho volta a afunilar.

O culpado do regresso é, mais uma vez, a nostalgia. Vimos estas calças pela primeira vez nos anos 70, quando os jovens começaram a apreciar os jeans de perna mais larga. Foram sobretudo os fãs de música, envolvidos com o rock, o punk ou o disco, que fizeram com que se tornassem um reflexo do espírito descontraído da era.

Volvidas cinco décadas, os estilistas voltaram a olhar para esta modelagem. Um dos exemplos é a marca Alaïa, que apresentou um par bastante extravagantes entre as propostas para a estação fria de 2023. Juntam-se ainda marcas como mas a Free People, a Frame e a Toteme, que lançaram estilos que funcionam tão bem com saltos altos como sapatilhas.

Os modelos curvilíneos tornaram-se ainda populares entre uma série de nomes conhecidos nos últimos meses, como Gigi Hadid, Chrissy Teigen e Blake Lively. De acordo com a Lyst, houve um aumento de 150% nas pesquisas por calças de ganga com efeito abalonado desde o final do ano passado.

Quando Katie Holmes surgiu com um par neste estilo, no início de março, tivemos mais uma vez a prova do quão divisivo pode ser. As caixas de comentários nas rede sociais voltaram a gerar discórdia entre quem odeia veemente o visual e quem quer encontrar um modelo semelhante.

barrel leg jeans
Katie Holmes, Juliane Moore e Chrissy Teigen são fãs do estilo.

E, independentemente do tipo de corpo, qualquer pessoa as pode usar. O estilo pode favorecer sobretudo pessoas com mais curvas, já que oferece mais espaço ao redor das áreas dos quadris e das coxas. Se tiver os quadris mais largos, o estilo ajuda a equilibrar as proporções do corpo.

Quem tem uma cintura mais estreita pode aproveitar o corte para enfatizar essa zona e criar uma silhueta mais definida. Ao mesmo tempo, vai estar a alongar a aparência das pernas, tornando os jeans uma boa opção para pessoas mais baixas, de altura média ou que queiram um efeito mais longilíneo.

Embora nem todos saibam como combinar barrel-leg jeans, a sua versatilidade permite adaptá-las a uma variedade de estilos e ocasiões. Como têm um efeito mais largo, pode usar blusas mais ajustadas ou cropped para equilibrar a silhueta e dar mais destaque à peça.

Se preferir um look mais descontraído e despojado, também pode optar por camisas oversized para complementar o estilo amplo. E é sempre uma boa opção experimentar adicionar outras ao seu look: casacos oversized, blazers ou cardigãs complementam o estilo através do contraste.

Carregue na galeria para ver a seleção da NiT de jeans abalonados de vários estilos, preços e marcas — a partir dos 17,99€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT