Moda

Os looks mais irreverentes (e alguns horripilantes) da red carpet dos Grammy

Este domingo, 26 de janeiro, Los Angeles recebeu uma das galas mais arrojadas dos últimos anos.
Ariana Grande.

Giambattista Valli deve ter dormido pouco nos últimos dias. O estilista italiano de 53 anos — que recentemente lançou uma coleção com a H&M — foi o responsável pelo vestido de Ariana Grande para a 62.ª edição dos Grammy, que decorreu em Staples Center, Los Angeles, EUA, na noite deste domingo, 26 de janeiro.

Assim que chegou à passadeira vermelha, a cantora americana chamou a atenção de todos os fotógrafos que quase tiveram de fazer piruetas para conseguirem captar os seis metros de diâmetro do vestido carregado de tule.

View this post on Instagram

IMPEACH THIS! Everyone needs to lighten up and have fun with life! Come together and #TurnUpTheLove. @entertainmenttonight #rickyrebel #grammys red carpet look designer @officialandresoriano Art director @elenanazaroff hair @adrianohairsalon Makeup @rebavera @jimmyjimmycoco

A post shared by Ricky Rebel (@rickyrebelrocks) on

Mas se Ariana Grande escolheu um look muito ao estilo das princesas da Disney, o mesmo não podemos dizer, claro, de Billie Eilish. A grande vencedora da noite é conhecida pelo estilo irreverente e foi mesmo com um look demasiado arrojado que posou na red carpet. O fato preto e verde era Gucci — e nem umas unhas compridas a condizer falharam.

Ricky Rebel foi Ricky Rebel e aproveitou os minutos de fama para mostrar uma mensagem escrita no rabo que fazia alusão ao processo de impeachment de Donald Trump. Destaque também para Rosalía que fugiu aos looks tradicionais destas cerimónias e usou um fato em pele assinado pelo grande Alexander Wang.

Como sempre, a passadeira vermelha dos Grammy ficou marcada pela irreverência, ousadia e… algum mau gosto. Carregue na galeria para conhecer os visuais que mais se destacaram.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT