Moda

Estes foram os melhores looks que passaram pela red carpet dos Óscares

Na noite deste domingo, a edição atípica da cerimónia não deixou de contar com o tão aguardado ritual da passadeira vermelha.

Em 2021, os Óscares chegaram mais tarde em relação ao calendário habitual. Na noite deste domingo, 25 de abril, a 93.ª cerimónia assumiu novos moldes para dar prioridade à segurança e saúde de todos os participantes num formato adaptado à pandemia — e que está a decorrer, de forma inédita, em vários locais.

O centro dos acontecimentos, no entanto, continua a ser o histórico Dolby Theatre em Los Angeles, nos Estados Unidos, e foi por lá que as estrelas desfilaram os seus looks na passadeira vermelha antes do início da cerimónia. Felizmente, nem todos os rituais se perderam nestes tempos estranhos.

O primeiro grande momento de estilo da noite esteve a cargo de Carey Mulligan, nomeada para Melhor Atriz pelo seu papel em “Uma Miúda com Potencial“. Num vestido cheio de lantejoulas douradas da Valentino, parecia a própria estatueta tão cobiçada em Hollywood. Seguiu-se Amanda Seyfred, indicada para Melhor Atriz Secundária pela participação em “Mank”, que chegou com uma proposta decotada da Armani em tule vermelho.

No entanto, Zendaya foi a rainha da noite. Foi com um vestido amarelo da Valentino que chegou ao evento  e é seguro dizer que vai ficar para a história da passadeira vermelha dos Óscares. A proposta com um tecido fluído em amarelo vivo expunha parte da barriga, era ousada, nem todas poderiam fazê-la resultar. Mas Zendaya consegue fazer resultar até os looks mais irreverentes.

Carey Mulligan não conseguiu bater a dura concorrência na categoria de Melhor Atriz. Mas na red carpet, elevou à categoria dos melhores mais uma criação Valentino.

Nesta luta pela estatueta pela melhor interpretação feminina, o destaque foi para outra vencida. Vanessa Kirby equipou-se com um vestido Gucci de ar modernista e num tom rosa suave. Tudo fez sentido.

O “Mank” de Amanda Seyfried não teve propriamente uma noite feliz, mas a atriz quis manter-se fiel ao papel e escolheu um vestido que reflete todo o glamour de uma Hollywood clássica dos anos 30, num vestido vermelho vivo, de assinatura Giorgio Armani Privé.

Já Margot Robbie, na cerimónia pelo papel de produtora de “Promising Young Woman”, revelou uma mudança dramática de visual, que complementou com um vestido justo, simples e eficaz, com um padrão floral da Chanel Haute Couture.

Longe vão os tempos em que Halle Berry disputava as estatuetas. Ainda assim, não deixou de impressionar na red carpet, com uma mudança de visual: um corte curto como só ela sabe usar. A complementar, uma das peças da noite, uma criação Dolce & Gabbana de decote acentuado e um tecido longo e fluído em tons de malva.

A atriz búlgara de 24 anos fez a sua estreia nos Óscares — e que estreia. Não levou para casa o prémio de Melhor Atriz Secundária, mas conquistou por direito próprio um lugar na lista dos looks mais impactantes. Tudo graças a uma peça Louis Vuitton, um vestido romântico, elegante, saia em tule e um top com pequenos cristais incrustados.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT