Moda

Porque é que tantas mulheres se vestiram de roxo na tomada de posse de Joe Biden?

O tom que esteve em destaque na quarta-feira tem um simbolismo histórico associado à união e ao sufrágio feminino.

A tomada de posse de Joe Biden ficou marcada por vários momentos inesquecíveis. Nas celebrações desta quarta-feira, 20 de janeiro, Lady Gaga entoou o hino americano numa atuação arrepiante antes do juramento do novo presidente dos Estados Unidos, no Capitólio, em Washington. Jennifer Lopez também apresentou um medley com várias canções e a poetisa Amanda Gorman tornou-se na estrela da tarde ao recitar um poema da sua autoria: “The Hill We Climb”.

É seguro dizer que a despedida a Donald Trump na Casa Branca ficou marcado pela presença de várias mulheres poderosas. A vice-presidente Kamala Harris vestiu um casaco roxo para a ocasião, Hillary Clinton, que também esteve presente, escolheu um fato numa cor semelhante e Elizabeth Warren usou um lenço e máscara em tons arroxeados. Esta foi a cor que não deixou ninguém indiferente ao longo do dia.

Não se sabe se foi, ou não, de propósito, mas a imprensa norte-americana afirma que as três mulheres se podem ter inspirado nos mesmos valores: união, igualdade e uma homenagem aos políticos que ocuparam os mesmos cargos antes delas.

Historicamente, o vestuário roxo tem-se assumido como um símbolo de bipartidarismo e do sufrágio feminino. Em 2010, foram vários os políticos que usaram este tom para o discurso sobre o estado da União de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos na altura. O jornal norte-americano “ABC News” indicou que a escolha deste tom poderia ser um “aceno de cabeça” ao bipartidarismo, por representar um meio-termo entre o vermelho e o azul, que representam, respetivamente, os partidos republicano e democrata.

No entanto, a historiadora Einav Rabinovitch-Fox também referiu em 2019 que o roxo pode ser usado como um símbolo do sufrágio feminino. As mulheres deste movimento, explicou, consideravam o roxo e o amarelo as cores mais importantes.

Por outro lado, o “Insider” afirmou que a roupa usada por Kamala Harris poderia também ter sido inspirada por Shirley Chisholm, a primeira mulher negra a candidatar-se à presidência dos Estados Unidos da América, em 1972. Segundo o repórter da “ABC News” Deepa Shivaram, a atual vice-presidente usou roupas desenhadas por dois criadores negros.

roxo
Hillary Clinton, Kamala Harris e Jill Biden.

Já Hillary Clinton parece ter um longo historial com o roxo nos eventos políticos mais importantes do seu país. Em 2016, escolheu um fato roxo da Ralph Lauren para o discurso de reconhecimento da vitória eleitoral de Donald Trump. À “Vogue” norte-americana, confirmou na altura que foi um ato de bipartidarismo.

Na tomada de posse de Joe Biden, disse à “USA Today”: “Usei roxo com um propósito. Sabia que o tema que o presidente Joe Biden pretendia era a união. Eu pensei que quando combinamos vermelho e azul, a forma como estamos divididos politicamente no nosso país, ficamos com roxo. Queria enviar uma mensagem simbólica de que temos de nos unir“.

Também Jill Biden, a mulher do novo presidente, vestiu roxo na noite anterior à tomada de posse. O look da primeira dama foi desenhado por Jonathan Cohen e era composto por um sobretudo com um laço de veludo e luvas de seda. a máscara, também ela roxa, foi feita de materiais reciclados.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT