Moda

Portugal Fashion: desfile de Miguel Vieira marcado por lenços e alfaiataria

Alguns pontos de cor a juntar ao preto e branco sobressaem na apresentação desta sexta-feira, nos Jardins do Palácio de Cristal.
Fotografias: João Silva

As propostas de Miguel Vieira para a coleção da próxima primavera e verão foram apresentadas no Portugal Fashion esta sexta-feira, 15 de outubro. O desfile teve como cenário uma das avenidas dos Jardins do Palácio de Cristal.

Se a ideia de futuro é o que pretende esta edição do Portugal Fashion — cujo lema é “What’s That You Are Wearing?”, ou “O Que É Isso Que Tens Vestido” —, o futuro de Miguel Vieira pinta-se em tons de azul e cor de rosa, nas suas muitas variantes. Percebe-se, até porque o título da coleção é precisamente “As cores do dia”. Isto sem esquecer o tradicional preto e branco, que muitos associam ao estilista.

O desfile começou pela coleção masculina em tons de azul e terminou com homens e mulheres a vestir de preto. Esta pode ser uma boa alusão à ideia que o criador quer passar de dia, ou seja, num único dia podemos ter várias atividades, desde as mais descontraídas como uma corrida, passando pelo trabalho mais formal até chegar a uma saída com amigos entre o atrevido e o glamouroso.

No que diz respeito à parte masculina da coleção, centra-se em conjuntos de alfaiataria em tons fora do comum, com tecidos brilhantes e formas menos clássicas como blazers acinturados a contrastar com outras mais estruturadas. Tudo isto combinado muitas vezes com lenços de seda estampados.

Os padrões animal print coloridos e os estampados florais são precisamente um dos destaques da coleção, sobretudo no lado masculino. Isto a juntar a tecidos mais encorpados como o tweed ou com padrões axadrezados.

A coleção feminina aposta nas silhuetas mais estilizadas, com tecidos esvoaçantes, ligeiros e com alguns folhos que lhes dão movimento. Neste caso, o preto foi mais dominante em detrimento do colorido do início do desfile.

Como é habitual nas coleções de Miguel Vieira, os detalhes e os acessórios são também eles uma componente importante. Por isso, vimos muitas carteiras e bolsas de tamanho grande, uma forte aposta nos lenços de seda e detalhes coloridos nos sapatos e sapatilhas.

Como começou Miguel Vieira?

Desde 1986 que Miguel Vieira começou a sua carreira como designer de moda. Neste percurso, as suas criações já passaram por semanas de moda de locais tão distintos como Lisboa, Milão, Paris, Madrid, Barcelona ou São Paulo.

Precisamente devido a esse reconhecimento tanto nacional como no estrangeiro, tem recebido vários prémios. Destacam-se a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique recebida em 2006, o Prémio Infante D. Henrique na categoria de inovação de 2009 e os Globos de Ouro de Melhor Estilista tanto em 2007 como em 2012.

Ao longo de mais de 30 anos de carreira, as criações de Miguel Vieira têm-se afirmado em vários campos, desde a roupa de homem de mulher e de criança até sapatos, joias, óculos ou mesmo mobiliário.

Carregue na galeria para ficar a par das novidades apresentadas pelo criador.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT