Moda

Sarah Maier é a nova marca portuguesa que promete apaixonar as amantes de sapatos

Os saltos destes modelos produzidos artesanalmente em Portugal são um dos elementos diferenciadores.
O modelo de sandálias Milan.

Se existe algo de que nós, portugueses, nos podemos orgulhar é do calçado que produzimos em Portugal. É reconhecido internacionalmente não só pelo seu design mas, principalmente, pela sua qualidade. Agora, uma nova etiqueta acaba de se juntar à lista de marcas de calçado nacional que primam pela excelência — a Sarah Maier.

O trabalho que deu origem a esta insígnia começou em plena pandemia, durante o ano de 2020, pelas mãos da luso-angolana de 44 anos, Cláudia Madaleno. O seu objetivo era simples: desenvolver uma marca de calçado que prestasse homenagem às suas duas grandes paixões — sapatos, e a sua avó Sarah Maier.

“A inspiração veio muito do gosto pelo calçado. Sou uma apaixonada por sapatos. A minha avó também me influenciou muito” começa por contar à NiT a fundadora. “Ela sempre foi a minha maior inspiração. Sempre me disse que, na vida, devemos fazer o possível para realizar os nossos sonhos, ainda que estes sejam muito pequenos. Também fui buscar muita inspiração a objetos que tenho em casa, como é o caso de um copo de cristal que tem uma base muito elegante. Inspirei-me também em alguns designers, como é o caso de Amina Muadi, Louboutin, entre outros.”

Apesar de não ter formação na área — uma vez que estudou para ser tradutora e interprete — a grande aposta de Sarah Maier é na junção de elementos como o design, a qualidade e o investimento nos detalhes — através dos saltos estilizados na forma do logótipo da marca,  e na aplicação de cristais Swarovski. 

Todas as peças são fabricadas à mão em Portugal, e cada um dos materiais usados foi escolhido e testado para garantir acabamentos de excelência. Isso torna-se particularmente evidente em zonas como o interior do sapato, que é forrado a pele, e que em alguns modelos é curtida através de fórmulas vegetais — uma opção mais ecológica e livre de metais pesados.

Apesar de ser bastante jovem, a marca que lançou agora o seu site de vendas, conta já com vários modelos na sua “carteira”. Do catálogo destacamos as botas London 01 nas versões, Black, Taupe e Petrol, feitas em pele; os sapatos Paris 01 em preto, bege e azul; as sandálias Milan 01 em preto, e as Humbo 01 em preto e em branco; e ainda dois modelos de sapatilhas Petroria 01 e 02. Os preços, esses — e por se tratar de uma marca que aponta para um segmento mais alto — vão desde os 187,50€  aos 400€.

Carregue na galeria e conheça melhor os modelos apresentados por esta nova marca portuguesa. Todas as peças estão já disponíveis para pré-compra — um modelo de negócio que pretende manter — e começarão a ser entregues durante o mês de janeiro. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT