Moda

Shein plagia ilustração de artista portuguesa e põe à venda numa T-shirt por 6€

Lara Luís contou à NiT que sente "uma facada no coração". Até agora não obteve resposta por parte da empresa chinesa.
A peça em causa.

“Sinto-me completamente impotente contra uma marca chinesa desta dimensão. A triste realidade é que pouco ou nada se pode fazer. Sei que nunca vou receber nada deles nem conseguir justiça”, começa por desabafar à NiT Lara Luís, de 34 anos, na manhã desta sexta-feira. Passaram-se menos de 24 horas desde que descobriu que uma das suas ilustrações foi alegadamente plagiada pela gigante do e-commerce, Shein.

Apercebeu-se de tudo através de uma mensagem enviada por uma seguidora da sua conta de Instagram, que encontrou uma ilustração da artista portuguesa estampada numa T-shirt e à venda em promoção na loja online da Shein por 6€. Lara tentou imediatamente entrar em contacto com a empresa, mas, até à publicação deste artigo, só tinha recebido de volta respostas automáticas do servidor.

“Para mim já seria uma vitória se eles retirassem o produto do site deles. Este tipo de situações são muito tristes e frustrantes e, infelizmente, não acontecem só a mim”, explica. “No meu caso, sou uma artista independente, vivo do meu trabalho enquanto ilustradora e roubarem-me um desenho meu para lucrarem milhares só porque podem é uma facada no coração.”

A ilustração em causa foi criada por Lara Luís em 2016 e inspirou-se em “todos os gatos em geral”, mas na sua em particular, a Sushi. Está sempre por perto a “julgar” tudo o que a dona faz e, por isso mesmo, foi eternizada no desenho de um gato preto deitado, a observar atentamente quem o rodeia. Em inglês, Lara escreveu: “tu trabalhas. Eu vejo e julgo”.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por LARA LUIS ® (@lara_luis)

Natural do Porto, licenciou-se em design gráfico e publicidade e fez mais tarde um mestrado em ilustração e banda desenhada. Diz que, desde muito pequena, nunca considerou fazer outra coisa. No Instagram, já conta com uma comunidade de mais de 22 mil seguidores. Quem quiser, pode apoiar o seu trabalho através da compra de T-shirts, prints e tote bags ilustrados na sua loja online oficial. Por lá, até vai encontrar uma T-shirt original com a ilustração alegadamente plagiada pela Shein. Está à venda por 10€ (mas, de momento, tem apenas disponível o tamanho XS).

Entretanto, o artigo parece ter sido removido do site da Shein, ainda que Lara continue sem receber justificações por parte da empresa. Nas redes sociais, denunciou a situação ao final da noite de quinta-feira e recebeu uma onda de apoio de amigos e seguidores indignados, que se apressaram a contactar a marca chinesa.

O mal, contudo, já estava feito. Não se sabe ao certo quando é que o artigo foi publicado pela Shein, mas a página de reviews esteve a receber comentários inseridos por clientes de todo o mundo desde, pelo menos, abril deste ano — como se pode ver nas capturas de ecrã partilhadas pela portuguesa nos stories da sua conta de Instagram.

Pior. Ao longo das últimas horas acabou por se aperceber, horrorizada, de que a Shein não foi a única multinacional a apropriar-se do seu trabalho. Plataformas como a Aliexpress e a Edo também já colocaram à venda artigos com a mesma ilustração do gato.

“Descobri com esta história que não é só a Shein e que o mercado chinês plagia sem escrúpulos pequenos artistas”, conta. “A Shein é só a ponta do iceberg. O que não vemos é muito mais assustador. Há lojas e vendedores de rua na Ásia a venderem prints e T-shirts com os nossos desenhos.”

No Instagram, disse aos seguidores que “nem consegue explicar” o quão triste a situação a deixou: “Foi como se tivessem arrancado um pedaço de mim”.  Lara Luís está a apelar para que todos partilhem o post através das suas redes sociais e “façam barulho” para conseguir chegar à Shein.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por LARA LUIS ® (@lara_luis)

A situação não podia ter acontecido numa altura mais caricata. É que esta quinta-feira, 24 de junho, a administradora do grupo de Facebook oficial da Shein em Portugal anunciou que a marca se prepara para abrir uma pop-up store no nosso País. Segundo a responsável, a abertura desta loja temporária vai acontecer em fevereiro de 2022 e o Porto foi a cidade escolhida. Para já, não foram ainda adiantadas mais informações. Leia tudo no artigo da NiT.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT