Moda

As meias brancas estão vivas e aconselham-se

Estas são as tendências de moda que há uns anos seriam impensáveis. Jamais profira as palavras “desta água não beberei”. Porque beberá.

Diana Vreeland, carismática editora de moda das respeitadas Harpers Bazaar e Vogue que, durante cerca de quatro décadas, instituiu e revolucionou o jornalismo de moda, disse um dia: “Todos precisamos de um pouco de mau gosto — é caloroso, é saudável, é físico. Penso que deveríamos usá-lo um pouco mais. Aquilo que sou contra é a ausência de gosto”.

A noção daquilo que é bom ou mau gosto, é tão abstrata, tão singular e tão subjetiva que se torna difícil defini-la. Assim, quando pensamos em certas máximas instituídas pelo fashion world como sendo “hot” ou “not”, também deveríamos questionar o porquê. Por que é alguém disse um dia que usar meias brancas era um ‘big no’, ou que as mangas de uma camisa deveriam ter o decente comprimento do punho?

O mundo muda, e a moda muda com ele. É provavelmente das secções da vida que melhor conhece a mudança, refletindo na maioria das vezes panoramas político, sociais ou económicos. Acabada de mergulhar no ano de 2017, a moda depara-se agora com uma das mais maravilhosas — porém quase contraditória — tendências que é a ausência de regras. Conceitos como a liberdade, à mistura com uma nova leva de designers e criativos que romperam com os padrões tradicionais da moda, vêm permitindo que um novo olhar sobre a moda se revele, trazendo consequentemente novas ideias geridas pela máxima do “tudo é permitido”.

Voltando às palavras de Vreeland, acreditamos que quando se referia à urgência do tal mau gosto, também queria com isso dizer que era necessário arriscar. Sair da caixa desenhada pelas tendências, ser a pessoa a vestir a roupa e não a roupa a vestir a pessoa. E hoje, que vivemos em plena era da individualidade, reforçada ainda pela febre das redes sociais, esta noção faz o maior dos sentidos.

Conheças as tendências que um dia foram impensáveis ao carregar na imagem.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT