Moda

Há uma universidade nos EUA que está a estudar o sucesso da marca portuguesa Josefinas

A experiência de compra do projeto de calçado de luxo está em destaque num MBA da Kellog School of Management, em Chicago.
As famosas bailarinas, num material vegan.

A Josefinas tem vindo a ser analisada em vários estudos internacionais ao longo dos últimos anos. Em 2021, a marca portuguesa foi a escolhida para os Live Cases do MBA em Strategic Management da Kellog School of Management, na Northwestern University, em Chicago, nos Estados Unidos. 

A primeira apresentação aconteceu a 28 de março, mas os responsáveis pela Josefinas garantem que já há mais duas previstas para este ano. Em foco estão a forma como o projeto dedicado ao calçado de luxo é gerido, a missão ligada ao empoderamento feminino e a experiência que proporciona a cada cliente.

Neste MBA direcionado a executivos experientes, as disciplinas são ensinadas através de aulas teóricas e momentos de debate, nos quais são apresentados alguns casos reais. Na última semana do curso, acontecem os tais Live Cases, onde representantes de marcas partilham a sua experiência com os alunos e respondem às suas questões.

O convite foi feito à Josefinas por um cliente, Sérgio Rebelo, um português que está a viver nos Estados Unidos. É professor de Finanças na mesma universidade de Chicago e no Natal comprou umas bailarinas da Josefinas para a mulher. 

Gostou tanto da experiência positiva que decidiu convidar a marca de luxo nacional para participar nas sessões exclusivas. A 28 de março, cerca de 60 executivos de diferentes setores participaram no Live Cases sobre a Josefinas onde, durante três horas, houve uma apresentação sobre a marca, um momento de perguntas e respostas, e um trabalho de grupo focado em questões pensadas para um pequeno debate.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT