« Estivemos com os novos tubarões do “Shark Tank”

Isabel Neves: “Aqui o projeto deixa de ser das pessoas, passa a ser nosso”

É uma das caras novas na segunda edição do “Shark Tank” e começa por fazer logo uma distinção que considera importante:  “Ter uma boa ideia não significa ter um bom negócio. Essa ideia tem de ser comercializável e competitiva.”

Advogada e presidente do Lisbon Business Angels Club, Isabel Neves apoia sobretudo projetos de mulheres empreendedoras em áreas como turismo, educação ou biotecnologia. Aqui garante que também é importante ajudar alguns participantes a perceberem que estão no caminho errado.

“Os inputs que damos ajudam a reequacionar as ideias e a colocá-las de forma diferente. Eles vão para casa e repensam o negócio.”

Mas há um tema que cria discórdia entre os tubarões, em relação à gestão dos projetos em que se envolvem.

Quando eu tenho um projeto e vou pedir dinheiro ao banco, eu só vou pedir dinheiro ao banco. O projeto, tenho de o desenvolver para poder pagar ao banco. Aqui as pessoas vêm buscar um parceiro, têm de partilhar o projeto que têm. Deixa de ser deles, passa a ser nosso, “ considera a empresária.

Mário Ferreira não podia discordar mais: “Não, não é verdade isso. Nós raramente até ficámos com o projeto, contribuímos para ele. Eles é que mandam. Se fizerem mal, espalham-se ao comprido e nós também.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT