Teatro e exposições

A Pensão Amor vai ter uma cobra gigante na fachada

A Mamba-de-Jameson vai ficar durante um ano por cima da rua cor-de-rosa.

Durante um ano completo, uma cobra gigante vai controlar a vida boémia da Rua Nova do Carvalho, mais conhecida atualmente como rua cor-de-rosa, a partir da fachada da Pensão Amor, que também fica na zona do Cais do Sodré, em Lisboa.

A instalação artística é do Atelier Contencioso, das artistas Ana Velez, Joana Gomes, Maria Sassetti e Xana Sousa, que trabalham diariamente na LxFactory — gerida pela Mainside, que também é a promotora da Pensão Amor — e criaram todo o conceito.

“O objetivo era fazer uma obra sofisticada e diferente”, conta à NiT Joana Gomes, sobre o projeto que é patrocionado pela marca de whisky Jameson. “Eles queriam relançar o slogan Sine Metu [significa “sem medo”, em latim] e achámos que criar a história da Destemida combinava bem”.

Isto porque Mamba-de-Jameson, como se chama a cobra que ocupa uma área de 120 metros quadrados, traz consigo uma lenda de origem. Antes de ser uma cobra, era a Destemida, uma mulher de beleza e coragem lendárias, que perdeu a sua forma depois de ter partido para o mar em busca da sua paixão desaparecida, um marinheiro irlandês chamado Thomas que introduziu uma bebida mágica (neste caso, o whisky Jameson) na vida boémia do Cais do Sodré.

A obra demorou entre seis a oito meses a ser feita. Foi construída com chapas metálicas de alumínio que compõem as escamas desta cobra que sofreu uma metamorfose e também tem penas de pavão e outros elementos.

De acordo com o seu estilo, cada uma das quatro artistas fez uma parte do animal, que tem várias peças individuais pelo meio, incluindo pinturas, arte com papel e técnicas mistas.A apresentação da obra acontece esta quarta-feira, 14 de setembro, às 19h30, com a presença das artistas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT