Cinema

“A Classic Horror Story” é o novo filme da Netflix para os fãs de terror

Estreou a 14 de julho e inclui várias referências a histórias icónicas do género. Trata-se de uma produção italiana.
O filme tem 1h35 de duração.

Chama-se “A Classic Horror Story” e é isso mesmo. O novo filme de terror da Netflix, que é uma produção italiana, chegou à plataforma de streaming a 14 de julho. Tem sido descrito pela crítica como um filme que tentou pegar nas referências habituais do género — que nasceram nos grandes clássicos — e que lhes tentou dar uma reviravolta, embora sem grande sucesso, acabando por imitar alguns clichés.

Esta é a história de um grupo de pessoas com pouca ligação entre si. Em comum partilham uma viagem de autocaravana que vai fazer várias paragens em Itália. Elisa está a viajar para fazer um aborto e ir ter com a mãe que a controla. Os namorados Sofia e Mark têm planos românticos para fazer uma escapadinha.

Riccardo é um médico introvertido de meia-idade, que vai ver a sua filha. E a conduzir está Fabrizio, um bloguer de viagens que está a caminho da região da Calábria para visitar alguns familiares.

Evidentemente, nenhum deles vai chegar ao seu destino. Após verem repentinamente uma cabra morta na estrada, Fabrizio desvia a carrinha da rota de forma brusca e enbate numa árvore. De repente, já não estão na beira da estrada — mas sim num terreno remoto, entre a vegetação, com elementos bizarros pelo meio.

Ao fundo, há uma casa de madeira típica de um filme de terror. “Batemos numa árvore a poucos metros da estrada. E depois acordamos em frente da casa do Sam Raimi”, resume Fabrizio, mostrando que este é um filme de terror bastante meta — que é quase consciente de que as personagens estão a viver uma história de horror.

Por isso mesmo, tem sido algo comparado a “A Casa na Floresta”, de Drew Goddard; mas também ao icónico “Massacre no Texas”, de Tobe Hooper; e ao mais recente “Midsommar – O Ritual”, de Ari Aster, que se centra num culto.

Naquela casa e em redor, não há rede de telemóvel. Os protagonistas acabam por entrar na velha habitação — claro — que parece abandonada. Mas eles não conseguem deixar de pensar que estão a ser observados e talvez até a ser caçados.

Dentro da casa, encontram fotos estranhas de pessoas a usar caveiras de animais no rosto. Há uma divisão cheia de velas acesas, uma porta que se fecha sozinha, animais empalhados, um sótão sombrio e uma pequena rapariga que encaixa no cliché de criança misteriosa e aterrorizadora dos filmes de terror.

Além disso, há uma série de referências a Garduna, uma espécie de seita secreta liderada por três homens, chamados Osso, Mastrosso e Carcagnosso. Nos sacrifícios que eles fazem, exigem às suas vítimas a retirada da língua, dos olhos e das orelhas. Naturalmente, aqui está a origem maléfica que vai atormentar os protagonistas.

Com uma hora e 35 minutos de duração, “A Classic Horror Story” foi realizado por Roberto De Feo e Paolo Strippoli, que também fazem parte da equipa de argumentistas do projeto. O elenco inclui nomes como Matilda Anna Ingrid Lutz, Francesco Russo, Peppino Mazzotta, Will Merrick, Yuliia Sobol e Cristina Donadio, entre outros.

Carregue na galeria para conhecer outras das principais novidades da televisão e das plataformas de streaming.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT