Cinema

A polícia estava preparada para deter Will Smith, assegura produtor dos Óscares

Contudo, segundo várias alegações que têm vindo a público, a Academia nunca terá pedido ao ator para abandonar a gala.
Will Smith agrediu Chris Rock nos Óscares.

Will Packer, um dos produtores da cerimónia deste ano dos Óscares, deu uma entrevista ao canal americano ABC (responsável pela transmissão da gala) a propósito do momento chocante em que Will Smith agrediu Chris Rock depois de uma piada do comediante.

Num excerto já partilhado — uma vez que a entrevista só será transmitida na íntegra durante esta sexta-feira, 1 de abril —, Packer revela que a polícia de Los Angeles estava preparada para deter Will Smith depois do incidente. Chegou a existir uma conversa entre Chris Rock, as autoridades e a produção, mas o humorista recusou apresentar uma queixa criminal.

“Disseram: ‘nós podemos apanhá-lo, estamos preparados para isso neste momento, pode apresentar queixa que nós fazemos a detenção’. E enquanto eles falavam, o Chris descartou essa opção. ‘Não, eu estou bem’”, revelou Will Packer.

Depois da agressão, a Academia disse publicamente que tinha pedido a Will Smith para abandonar a cerimónia, mas que o ator recusou. Porém, várias alegações, de fontes anónimas envolvidas que falaram com as revistas especializadas “Variety” e “The Hollywood Reporter”, que apontam em sentido contrário. Dizem que o ator nunca foi formalmente convidado a sair e que o próprio Will Packer falou com Will Smith, dizendo-lhe para permanecer no Dolby Theatre.

Nesta entrevista à ABC, Will Packer desmente essas alegações. Assegurou que nunca falou diretamente com Will Smith na noite de domingo. Neste momento, a Academia está a fazer uma avaliação do que se passou para que possa definir quais as consequências certas a retirar do incidente. 

Will Smith fez um pedido de desculpas público a Chris Rock. Conheça as reações à agressão durante a gala, descubra se Will Smith pode perder o Óscar, veja o momento em que foi reconfortado por Denzel Washington e leia o artigo da NiT sobre os traumas do ator relacionados com a violência a que foi exposto na infância. 

Saiba também qual a doença autoimune de que sofre Jada Pinkett Smith, que originou a piada de Chris Rock, e leia as principais reações dos humoristas portugueses. Chris Rock já tinha feito piadas sobre os Smith nos Óscares de 2016. O comediante recusou apresentar queixa contra Will e a Academia condenou o incidente, dizendo que pondera avançar com outras consequências. A piada de Chris Rock não estava no guião do espetáculo. Saiba ainda como a relação tensa entre Will Smith e a mulher poderá ter contribuído para a agressão.

Jim Carrey também reagiu à agressão, alegando que Will Smith “deveria ter sido preso”. Ricky Gervais foi outro humorista, ator e apresentador que também reagiu ao momento. Jada Pinkett Smith quebrou o silêncio sobre a agressão nesta terça-feira. Conheça também as reações de outros humoristas norte-americanos.

Entretanto, Amy Schumer também reagiu ao que aconteceu, alegando estar “traumatizada”. Saiba como Chris Rock superou os traumas psicológicos para aprender a reagir à violência. O comediante também já reagiu ao que aconteceu. A Academia revelou que pediu a Will Smith para deixar a gala, mas que o ator recusou. Também foi divulgado o que Chris Rock disse à apresentadora Wanda Sykes após o incidente. Já Zoë Kravitz criticou Will Smith — e foi arrasada por causa da relação com o filho, Jaden. Jada Pinkett Smith riu-se depois de Chris Rock ser agredido — um novo vídeo captou esse momento de outro ângulo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT