Cinema

Academia proíbe Will Smith de participar nos Óscares durante 10 anos

A bofetada a Chris Rock, motivada por uma piada sobre a esposa Jada Pinkett-Smith, esteve na origem da decisão.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que organiza os Óscares, reuniu nesta sexta-feira, 8 de abril, para decidir que medidas tomar na sequência da agressão de Will Smith a Chris Rock na 94.ª edição dos prémios, realizada a 27 de março. Sabe-se agora que o coletivo resolveu banir o ator de participar em todos os seus eventos durante 10 anos. “Aceito e respeito a decisão da Academia”, reagiu o artista, através dos seus representantes.

“O Conselho decidiu, por um período de 10 anos a partir de 8 de abril de 2022, que o senhor Smith não poderá participar em nenhum evento ou programa da Academia, em pessoa ou virtualmente, incluindo, mas não limitado aos Óscares”, disse o presidente, David Rubin, e a CEO Dawn Hudson, em comunicado citado pelo “Diário de Notícias”.

Segundo o “The New York Times”, na mesma nota, os responsáveis consideraram o comportamento de Smith “inaceitável” e admitiram não ter lidado com a situação adequadamente durante a transmissão. “Por isto, lamentamos”. “Esta foi uma oportunidade para darmos um exemplo aos nossos convidados, espetadores e família da Academia em todo o mundo, e ficamos aquém – despreparados para o inédito”. A Academia aproveitou ainda para elogiar Chris Rock por “manter a compostura em circunstâncias extraordinárias”.

A decisão de impedir o ator de participar das próximas cerimónias significa que, no próximo ano, não poderá apresentar o Óscar de Melhor Atriz, quebrando assim a tradição que dita que o vencedor de Melhor Ator do ano anterior entrega o prémio da categoria de Melhor Atriz e vice-versa.

Antes desta decisão da Academia ser anunciada, foi conhecida a opinião de Jada Pinkett-Smith sobre o comportamento de Will na cerimónia dos Óscares. A atriz terá admitido que o marido “exagerou”, deixando claro que “não precisa de proteção”.

Supostamente, o ator entrou em reabilitação para lidar com tudo aquilo que está a acontecer. Conheça as reações à agressão durante a gala, descubra se Will Smith pode perder o Óscar, veja o momento em que foi reconfortado por Denzel Washington e leia o artigo da NiT sobre os traumas do ator relacionados com a violência a que foi exposto na infância. 

Saiba também qual a doença autoimune de que sofre Jada Pinkett Smith, que originou a piada de Chris Rock, e leia as principais reações dos humoristas portugueses. Chris Rock já tinha feito piadas sobre os Smith nos Óscares de 2016. O comediante recusou apresentar queixa contra Will e a Academia condenou o incidente, dizendo que pondera avançar com outras consequências. A piada de Chris Rock não estava no guião do espetáculo. Saiba ainda como a relação tensa entre Will Smith e a mulher poderá ter contribuído para a agressão.

Jim Carrey também reagiu à agressão, alegando que Will Smith “deveria ter sido preso”. Ricky Gervais foi outro humorista, ator e apresentador que também reagiu ao momento. Jada Pinkett Smith quebrou o silêncio sobre a agressão nesta terça-feira. Conheça também as reações de outros humoristas norte-americanos.

Entretanto, Amy Schumer também reagiu ao que aconteceu, alegando estar “traumatizada”. Saiba como Chris Rock superou os traumas psicológicos para aprender a reagir à violência. O comediante também já reagiu ao que aconteceu. A Academia revelou que pediu a Will Smith para deixar a gala, mas que o ator recusou. Também foi divulgado o que Chris Rock disse à apresentadora Wanda Sykes após o incidente. Já Zoë Kravitz criticou Will Smith — e foi arrasada por causa da relação com o filho, Jaden. Jada Pinkett Smith riu-se depois de Chris Rock ser agredido — um novo vídeo captou esse momento de outro ângulo. O irmão de Chris Rock, Kenny, não acredita que o pedido de desculpas de Will Smith tenha sido genuíno.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT