Cinema

Amor, vingança e guerra: tudo o que podemos esperar do segundo filme de “Dune”

Denis Villeneuve vai realizar a continuação da história. Estreia em outubro de 2023, com novas personagens.
O filme estreou a 21 de outubro.

Uma semana depois da estreia nos cinemas portugueses, foi confirmado: “Dune” vai ter uma sequela. O segundo filme realizado por Denis Villeneuve a partir da saga literária de Frank Herbert estreia nas salas a 20 de outubro de 2023. As gravações devem arrancar em julho do próximo ano.

O filme tornou-se um dos mais vistos do ano em todo o mundo. Segundo o que a revista “Forbes” reportou a 2 de novembro, faturou mais de 300 milhões de dólares (o equivalente a 258 milhões de euros) em receitas de bilheteira. Em Portugal, já foi visto por mais de 150 mil espectadores.

O livro “Dune” sempre foi conhecido por ser muito difícil de adaptar. Alejandro Jodorowsky sonhou com uma epopeia que nunca chegou a concretizar. David Lynch fez o filme de 1984, que nunca foi consensual — o próprio cineasta detesta o resultado final.

Com a magia do cinema moderno e um enorme orçamento, Denis Villeneuve conseguiu convencer a crítica e o filme com o seu “Dune”. E apesar de a confirmação oficial da sequela só ter chegado depois dos primeiros resultados de bilheteira, o objetivo do cineasta sempre foi criar uma história maior.

“Logo no início, recomendei fortemente que fizéssemos isto em duas partes”, disse Villeneuve, em entrevista à “Newsweek”. Assim, o realizador e argumentista não teve de resumir as 800 páginas de “Dune” para um único filme. Afinal, essa sempre fora uma das grandes dificuldades em adaptar a obra de ficção científica.

A desvantagem é que os fãs vão ter de esperar dois anos pela continuação da narrativa. O primeiro filme terminou completamente em aberto. No segundo “Dune”, Denis Villeneuve vai centrar-se na segunda metade do livro.

O enredo acompanha a ascensão de Paul Atreides entre os Fremen, povo nativo do planeta Arrakis com que a personagem de Timothée Chalamet fica no final do primeiro filme. Provavelmente irá rebelar-se contra o império. E vamos acompanhá-lo na sua jornada de se afirmar ou não como o escolhido — a figura mítica do Kwisatz Haderach.

No primeiro filme, Zendaya quase não aparece como Chani. No segundo vai ser uma das personagens mais importantes. Paul e Chani vão envolver-se romanticamente, tal como previam as suas visões. Em simultâneo, Lady Jessica — a mãe de Paul — vai dar à luz a sua irmã Alia, que terá incríveis habilidades de Bene Gesserit. A personagem de Javier Bardem, Stilgar, também terá certamente mais tempo de ecrã.

Segundo Villeneuve, o primeiro capítulo da história foi mais lento e serviu sobretudo para apresentar este mundo complexo a todas as pessoas que não conhecem os livros ou que nunca viram a adaptação de Lynch. O segundo filme terá mais ação.

“Mostrei as bases deste mundo. Já não tenho de explicar a maioria. Por isso agora posso só divertir-me com o cinema. Acho que, se houver uma segunda parte, vai ser uma festa cinematográfica. Acho que posso criar algo muito mais repleto de ação cinematográfica e com menos diálogos”, disse numa entrevista ao “Fandango”. Isso poderá significar um orçamento ainda maior para o segundo “Dune”.

Quem serão as novas personagens?

O elenco de “Dune” terá necessariamente de crescer no segundo volume da história. Villeneuve vai ter de escolher quem irá interpretar o imperador Shaddam IV, a sua filha Princesa Irulan e o vilão Feyd-Rautha Harkonnen (que Sting fez na versão de David Lynch).

Obviamente, todas as outras personagens — pelo menos as que sobreviveram — vão regressar para o segundo filme. Porém, mesmo o Duque Leto Atreides (Oscar Isaac) e Gurney Halleck (Josh Brolin) poderão aparecer em flashbacks ou visões de Paul. Já a personagem Duncan Idaho (Jason Momoa) é mais provável que volte a fazer parte do elenco, uma vez que nos livros ele é ressuscitado como uma espécie de clone sem quaisquer memórias.

Apesar de não ser uma personagem, quem também está confirmado para a continuação de “Dune” é o compositor Hans Zimmer, que já tinha sido o responsável pela banda sonora do primeiro capítulo.

Os outros projetos de “Dune”

Só o segundo filme está confirmado, mas “Dune” pode não ficar por aqui. “Eu sempre imaginei três filmes”, disse Villeneuve em entrevista à “Entertainment Weekly”. “Não é que eu queira fazer uma saga, mas isto é o ‘Dune’, é uma história enorme. De forma a honrá-la, penso que sejam precisos pelo menos três filmes. Esse seria o sonho. Acompanhar Paul Atreides e toda a sua jornada seria bom. O Herbert escreveu seis livros, e quanto mais escreveu mais psicadélico se tornou. Por isso não sei como é que alguns deles poderiam ser adaptados. Mas uma coisa de cada vez. Se alguma vez tiver a oportunidade de fazer ‘Dune: Parte 2’ e ‘Dune: Messiah’, estou abençoado.”

Em “Dune: Messiah”, o segundo livro de Frank Herbert, a história de Paul Atreides fica concluída. Enquanto “Dune” acompanha a sua ascensão ao poder, “Dune: Messiah” retrata a sua queda. Paul é o Imperador mais poderoso de sempre, mas para lá chegar deu início a uma guerra que tirou a vida a 61 mil milhões de pessoas em toda a galáxia. Contudo, há várias fações que conspiram para o derrotar. Caso a saga continue a gerar lucros, é bem possível que haja um terceiro filme de “Dune” baseado neste livro.

Além disso, há um spinoff já oficialmente confirmado. Trata-se de uma série intitulada “Dune: The Sisterhood”, cujo primeiro episódio será realizado por Denis Villeneuve. Esta produção televisiva irá centrar-se na ordem das poderosas Bene Gesserit. Vai estrear na HBO — ou no final de 2022 ou só em 2023.

“As Bene Gesserit sempre foram fascinantes para mim. Focar uma série em torno desta poderosa ordem de mulheres pareceu-me não só relevante e inspirador mas um tema dinâmico para a série de televisão”, disse Villeneuve à revista “Variety”.

Leia também a crítica da NiT a “Dune” — e descubra como Frank Herbert se inspirou para criar esta história. Saiba ainda qual é o software português que foi usado na construção deste filme. E carregue na galeria para conhecer alguns dos principais filmes que vão estrear em Portugal até ao final do ano.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT