Cinema

Até as lendas se reformam: Michael Caine anuncia o fim dos papéis de protagonista

O ator revelou que teria feito “o último papel”. Voltou atrás horas depois para afirmar que só não deverá aceitar mais papéis principais.
Ainda não é hora do adeus

A lenda provocou uma taquicardia entre os seus fãs quando revelou que o seu papel em “Best Seller” seria “o seu último papel”. Pelo mundo, ecoaram as palavras de Michael Caine e da sua reforma aos 88 anos. Afinal, parece que as notícias do seu refúgio no sofá eram prematuras.

Foi durante uma entrevista à “BBC” que o Sir revelou que “Best Sellers” — filme onde interpreta um escritor reformado, ao lado de Aubrey Plaza —, que estreou em setembro, seria o seu seu “último papel”. “Curiosamente, acabou por se tornar no meu últimpo papel. Já não trabalhava há dois anos e tenho um problema na coluna que afeta as minhas pernas, não consigo andar em condições”, explicou.

“Também escrevi um par de livros que foram publicados e que tiveram sucesso, por isso agora não sou um ator, sou um escritor”, notou. “É que também não chovem convites e guiões para um protagonista com 88 anos.”

Horas depois da notícia ter percorrido o mundo, os representantes do ator intervieram para negar a reforma de Caine e acrescentar que o ator apenas se referia a papéis de protagonista.

Espera-se que Caine regresse para um papel no novo filme de Christopher Nolan, “Oppenheimer”, já que o ator britânico fez aparições em todos os seus filmes. Por enquanto, Caine vai descansar do longo trabalho de décadas que lhe valeram dois Óscares e mais de 130 filmes produzidos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT