Cinema

Atriz Anne Heche morre aos 53 anos após grave acidente de viação

A norte-americana estava em coma depois do violento acidente de carro que sofreu a 5 de agosto. Conduzia sob o efeito de drogas.
Deixa dois filhos.

Anne Heche não resistiu aos ferimentos causados pelo grave acidente de viação que sofreu na passada semana e morreu esta sexta-feira, 12 de agosto.

Em comunicado citado pelo “The Mirror”, um representante da atriz já tinha confirmado que havia uma grave lesão cerebral e que esta se encontrava em coma, com hipóteses de sobrevivência reduzidas. O hospital em que ficou internada estava apenas a verificar se os seus órgãos podiam ser doados antes de desligar as máquinas.

“Há muito que ela optou por doar os seus órgãos e está a ser mantida em suporte de vida para determinar se algum é viável”, lê-se na nota divulgada.

Acrescenta: “Anne tinha um coração enorme e tocava todos os que encontrava com o seu espírito generoso. Mais do que o talento extraordinário, ela encarava espalhar bondade e alegria como o trabalho da sua vida. Será lembrada pela sua honestidade corajosa e fará muita falta pela sua luz”, acrescenta.

A norte-americana estava a conduzir um Mini Cooper azul a alta velocidade quando bateu contra uma garagem. Antes que os residentes da zona conseguissem ajudar a atriz, já ela tinha feito inversão de marcha para sair do local. O veículo voltou a despistar-se e colidiu com uma casa, provocando um incêndio que a deixou com graves queimaduras.

Os cerca de 59 bombeiros que se encontravam no local demoraram mais de uma hora para conseguir apagar as chamas e retirar Heche do carro. Os exames ao sangue revelaram que a artista de 53 anos estava a conduzir sob o efeito de drogas.

Uma infância difícil e uma carreira de sucesso

De acordo com a “Folha”, a atriz de Ohio, conhecida por filmes como “Seis Dias e Sete Noites”, “Donnie Brasco” e “Volcano”, teve uma infância difícil, marcada por abusos. Em 2001, no programa de Larry King, falou sobre os maus tratos sofridos às mãos do pai, bem como da sexualidade e morte do mesmo, no início dos anos 80, pouco depois da família ter descoberto que tinha SIDA.

Em várias entrevistas, a artista também contou que, enquanto a mais nova de quatro irmãos, teve de começar a trabalhar aos 12 anos para ajudar a família. A carreira artística apenas teve início cinco anos mais tarde, aos 17, quando recebeu uma proposta para integrar o elenco de “Another World”.

Seguiram-se outras séries de sucesso, nomeadamente “Ally McBeall”, “Everywood” e “Men in Trees”. Nos bastidores desta última conheceu James Tupper, pai de Atlas, hoje com 13 anos. Romer (20) é fruto de um relacionamento com Coleman Laffoon.

Foi com a apresentadora Ellen DeGeneres, contudo, que formou o casal mais mediático, de 1997 a 2000. Um dia após o anúncio do fim da relação, Anne foi hospitalizada por ter batido na casa de um estranho com sinais de desorientação, noticiou a “ABC News” na época. DeGeneres já se pronunciou nas redes sociais sobre a morte da ex-namorada. “Este é um dia triste. Envio aos filhos, família e amigos de Anne todo o meu amor”, escreveu no Twitter.

Anne estava envolvida numa série de projetos, muitos deles em pós-produção. É o caso de “Wake”, “Chasing Nightmares”, “The Idol”, “Supercell”, “Full Ride”, “Wildfire”, “What Remains” e “Girl in Room 13”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT