Cinema

“Barbie” foi o filme mais visto nos cinemas portugueses em 2023

A longa-metragem realizada por Greta Gerwig chegou a 893 mil espectadores.
Barbie foi o filme mais visto dos cinemas portugueses

O grande sucesso de Greta Gerwig, “Barbie”, foi o filme mais popular, em 2023, nos cinemas portugueses. Os números foram avançados pelo Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), referindo que a longa-metragem protagonizada por Margot Robbit foi vista por mais de 893 mil pessoas, com um lucro de cerca de 5,2 milhões de euros.

A completar este top estão, em ordem decrescente, “Velocidade Furiosa X” (691 mil espetadores), “Oppenheimer” (552 mil), “Avatar: O Caminho da Água”, “Super Mario Bros: O Filme” (461 mil), “Elemental” (386 mil), “A Pequena Sereia” (368 mil), “Missão: Impossível – Ajuste de Contas – Parte Um” (356 mil), “Indiana Jones e o Marcador do Destino” (295 mil) e “Guardiões da Galáxia Volume 3” (234 mil).

“Barbie” foi um sucesso mundial, com milhões de espectadores a visitarem a sala de cinema vestidas de cor de rosa para ver a longa-metragem baseada na famosa boneca. O filme acompanha a vida ideal desta personagem em Barbieland, onde tudo é perfeito. No entanto, quando ela começa a falar sobre temas existenciais com as outras bonecas da Mattel – “alguma vez pensaram sobre a morte?”, questiona-se, por exemplo, a protagonista a meio de uma festa repleta de dança e música – a sua vida muda completamente.

Sem a magia que a caracteriza, Barbie e o pseudo namorado Ken partem para o “mundo real” de forma a tentarem encontrar uma solução para este problema. Mas a única coisa com que se vão deparar são mais dilemas inconvenientes.

O estreou nos cinemas portugueses a 20 de julho e é um dos maiores êxitos das bilheteiras do ano. Globalmente, lucrou cerca de 1,35 mil milhões de euros. Desde que foi lançado, permaneceu 12 semanas consecutivas no top 10 das longas-metragens que mais dinheiro faturavam semanalmente.

Já a produção portuguesa que encontrou mais sucesso nas salas de cinema foi “Pôr do Sol: O Mistério do Colar de São Cajó”. Este trabalho realizado por Manuel Pureza lucrou mais de 692 mil euros e foi visto por 118 mil pessoas, foi a 29.ª obra mais vista nos cinemas portugueses. O filme, baseado na série homónima, acompanha a saga dos Bourbon de Linhaça e do seu bem mais valioso: o Colar de São Cajó, que está na família há mais de 3.500 anos.

Segundo as estatísticas do ICA, os cinemas portugueses registaram, até novembro, um aumento de 34,4% de audiência em relação ao mesmo período no ano passado, para um total de 11,2 milhões de espectadores.

Carregue na galeria para conhecer os filmes favoritas da NiT em 2023.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT