Cinema

“Bilhete para o Paraíso”: a nova comédia romântica com George Clooney e Julia Roberts

As estrelas de “Ocean’s Eleven” reúnem-se para interpretarem pais divorciados que tentam sabotar o casamento da filha.
Julia Roberts e George Clooney são os protagonistas.

Chama-se “Bilhete para o Paraíso” e marca o reencontro entre George Clooney e Julia Roberts, velhos amigos e estrelas de cinema, que trabalharam pela primeira vez juntos no icónico “Ocean’s Eleven – Façam as Vossas Apostas”, em 2001. A nova comédia romântica — numa altura em que o género não é uma aposta prioritária nos cinemas — estreou nas salas portuguesas a 15 de setembro.

A premissa da história é bastante simples. Os dois protagonistas interpretam pais divorciados que viajam juntos para Bali quando descobrem que a filha, Lily, está a planear casar-se com um local, Gede, que acaba de conhecer. 

Então, os pais reúnem-se para tentarem sabotar o casamento e prevenir que Lily cometa o mesmo erro que eles fizeram há 25 anos. Ao longo da ação, as personagens de Clooney e Roberts vão acabar por se reaproximar. 

A produção realizada e co-escrita por Ol Parker foi gravada na Austrália durante a pandemia. George Clooney ficou hospedado com a família, mas Julia Roberts viajou sozinha. A atriz contou em entrevista ao “The New York Times” que os Clooney foram o seu porto de abrigo durante a rodagem.

“Os Clooneys salvaram-me de uma solidão e de um desespero completo. Estávamos numa bolha, e foi o máximo de tempo que estive longe da minha família. Acho que desde os 25 anos não passava tanto tempo sozinha”, disse a atriz que hoje tem 54 anos.

Na mesma entrevista, os dois amigos explicaram porque quiseram fazer este filme. “Eles enviaram-me o guião, e claramente era para mim e para a Julia”, comentou George Clooney. “Até os nomes das personagens eram, originalmente, Georgia e Julian. Eu não fazia uma comédia romântica desde ‘Um Dia em Grande’ [1996] — não tive tanto sucesso como a Julia neste género — mas li e pensei: Bem, se a Jules alinhar, acredito que possa divertido.”

Julia Roberts acrescentou: “De alguma forma só fez sentido com o George, por causa da nossa química. Temos uma amizade que é conhecida das pessoas, e entramos nisto como um casal divorciado. Metade da América provavelmente pensa que somos divorciados, por isso tínhamos isso a nosso favor”.

O facto de ser um projeto feito durante a pandemia também teve um peso. “Eu e o George sentimos uma responsabilidade feliz de querermos fazer uma comédia juntos, para dar às pessoas umas férias da vida depois de o mundo passar por uma fase tão difícil. É como quando andas na rua e está frio e depois apanhas um raio de sol que te aquece as costas e pensas ‘Era mesmo isto que eu precisava de sentir’”, disse ainda a atriz.

Na mesma entrevista, os dois contaram como demoraram “seis meses” a gravar a cena de um único beijo. “Disse à minha mulher: foram precisos 80 takes. E ela: mas que raio?”, contou George Clooney. “Foram 79 takes de nós a rir e depois aquele em que de facto nos beijámos”, acrescentou Julia Roberts.

O elenco de “Bilhete para o Paraíso” inclui ainda nomes como Kaitlyn Dever, Maxime Bouttier, Sean Lynch, Arielle Carver-O’Neill, Billie Lourd ou Romy Poulier, entre outros.

Carregue na galeria para conhecer outras novas histórias de ficção.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT