Cinema

Cate Blanchett e Colin Farrell conquistam prémios em Veneza

O Leão de Ouro foi entregue ao documentário da oscarizada Laura Poitras. Luca Guadagnino também foi premiado.
Blanchett foi uma das figuras da noite

Chegou ao fim o Festival Internacional de Cinema de Veneza e a grande vencedora é um nome bem conhecido do cinema documental. Laura Poitras, que em 2014 viu o seu filme sobre o caso de Edward Snowden conquistar o Óscar, volta agora a ser premiada.

“All the Beauty and the Bloodshed” venceu o prémio mais importante do festival, que revelou os vencedores este sábado, 10 de setembro. O documentário explora a carreira da fotógrafa Nan Goldin, mas também da sua campanha contra a família Sackler, dona de uma gigante farmacêutica que a protagonista considera responsável pela epidemia de opióides nos Estados Unidos. Poitras aproveitou o discurso de aceitação do prémio para frisar que “o documentário também é cinema”.

Nas categorias individuais, Cate Blanchett e Colin Farrell viram as suas prestações aplaudidas. A primeira foi protagonista de “Tár”, o filme de Todd Field que conta a história de Lydia Tár, uma compositora e maestrina à frente da maior orquestra alemã.

Já Farrell tem o papel principal no filme de Martin McDonagh, onde acompanha Brendan Gleeson. Os dois interpretam um par de grandes amigos que acaba por ver a sua relação destruída.

O italiano Luca Guadagnino venceu o Leão de Prata, que premeia o melhor realizador. Neste caso, pelo trabalho em “Bones and All”, que conta com Thimothée Chalamet — o reencontro de ambos, após o bem-sucedido “Chama-me Pelo Teu Nome”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT