Cinema

Cinema independente americano está de volta ao Cinema São Jorge

Nesta edição do Outsiders será feita uma seleção de 12 filmes de realizadores independentes nunca apresentados em Portugal.

O Outsiders — o Ciclo de Cinema Independente Americano — está de volta ao Cinema São Jorge, em Lisboa, de 30 de abril a 5 de maio. Este ano, e como já vem sendo habitual, será feita uma amostra de uma seleção de 12 filmes de realizadores independentes nunca apresentados em Portugal e com um relevante percurso nos mais prestigiados festivais de cinema do mundo.

Na terceira edição o objetivo será responder à questão “o que é, hoje, a família americana?”, através de “um conjunto de produções que esboçam o retrato da América contemporânea, do seu fascínio e das suas contradições”, pode ler-se no site da FLAD – Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, responsável pela organização.

Um dos destaques deste ano é o convidado especial Patrick Wang, realizador e argumentista. Irá apresentar dois dos seus filmes “The Grief of Others” (2015) e “A Bread Factory” (2018) e, além disso, vai dar uma masterclass na Faculdade de Belas Artes, sob o mote “Seeing Actors”, a 3 de maio, pelas 17 horas.

Outras das produções a que poderá assistir são “The Unknown Country” (2022), de Morrisa Maltz, na sessão de abertura, ou “Pier Kids” (2019), de Elegance Bratton. Também “Driveways” (2019), de Andrew Ahn e “A Bread Factory” (2018), de Patrick Wang estarão disponíveis para serem vistos. O ciclo encerra-se com “Thousand and One” (2023), de A.V. Rockwell.

“Estes filmes mantêm-se fiéis ao espírito que procurámos imprimir aos nossos Outsiders desde o início: respeito pela diversidade, procura da representatividade e atenção ao aspecto lúdico”, explica Carlos Nogueira, o programador do ciclo. A programação completa pode ser concultada no site do Outsiders.

Áudio deste artigo

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT