Cinema

Cinema Paraíso: as sessões gratuitas e ao ar livre estão de volta a Famalicão

De filmes de animação a clássicos da década de 50, a programação inclui opções para todos os gostos e idades.
Já começou.

“Os Excluídos”, retrata um professor mal-humorado, Paul Hunham (Paul Giamatti), forçado a permanecer na escola preparatória onde trabalha durante as férias de Natal. Tudo porque um aluno problemático não tem para onde ir. A comédia dramática, situada nos anos 70, centra-se numa amizade improvável entre o docente, Angus (Dominic Sessa), e a cozinheira da escola, Mary Lamb, cujo filho morreu no Vietname.

A produção de Alexander Payne é apenas um dos filmes que poderá ver na 25.ª edição do Cinema Paraíso, uma iniciativa em Vila Nova de Famalicão, ao ar livre. De 3 de julho a 21 de agosto, em família ou com amigos, será um plano ideal para ficar fã de novas produções. A entrada é livre e as exibições acontecem no Parque da Devesa e em duas freguesias, a partir das 22 horas.

“As escolhas procuram alcançar e dialogar com vários públicos, com propostas diversificadas de cinema popular de várias proveniências e géneros, na sua maioria produções atuais, mas sem esquecer a história do cinema”, revela a organização.

A programação arranca a 3 de julho, no Parque da Devesa, com o candidato ao Óscar de Melhor Filme Internacional “Dias Perfeitos“. Da autoria de Wim Wenders, conta a história de um empregado de limpeza, Hirayama, que limpa sanitas em Tóquio. Abandona a casa com um sorriso no rosto, toma um café e ouve as cassetes que tem na carrinha, de artistas como Lou Reed.

A longa-metragem de animação “Patos!” (2023) com uma viagem até à Jamaica que acaba, afinal, em Nova Iorque, é uma das propostas pensadas para os mais novos.

 “Charlie e a Fábrica de Chocolate” (2005), com Timothée Chalamet, irá dar a conhecer um miúdo pobre que visita os bastidores da produção de chocolate com o seu avô. Na base do enredo estão valores como a humildade e a generosidade.

Já “Milagre em Milão” (1951), de Vittorio De Sica, dá a conhecer a história de um órfão. A personagem usa uma pomba mágica para fazer milagres e lutar contra a injustiça social. O “Rapaz e a Garça” (2023), um drama de animação japonês, vencedor de um Óscar na categoria de animação, narra sobre um rapaz, Mahito Maki, que entra num mundo mágico onde conhece uma garça falante.

A edição encerra com o “Reino Animal” (2023), de ficção científica, onde os seres humanos começam a sofrer mutações que os transformam em criaturas animais.

O projeto acontece com uma parceria entre o Cineclube de Joane e a Casa das Artes do Município de Famalicão. A organização aconselha que o público leve “agasalhos, mantas, cadeiras de praia e até pipocas”.  

Confira abaixo a lista completa dos filmes em exibição-

 Parque da Devesa

3 de julho – “Dias Perfeitos”, de Wim Wenders
10 de julho – “PATOS!”, de Guylo Homsy e Benjamin Renner
17 de julho – “Os Excluídos”, de Alexander Payne
14 de agosto – “Charlie e a Fábrica de Chocolate”, de Paul King
21 de agosto – “Reino Animal”, de Thomas Cailley

Freguesias:

14 de julho em Outiz – Adro da Igreja de Gemunde – “Milagre em Milão”, de Vittorio De Sica
21 de julho em Avidos – Parque de Merendas – “O Rapaz e a Garça”, de Hayao Miyazaki

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT