Cinema

Como a relação tensa de Will e Jada Pinkett Smith pode ter contribuído para a agressão

A relação aberta (e por vezes complicada) do casal terá sido motivo de frustação para o ator nos últimos anos.
Will e Jada Pinkett Smith estão juntos desde 1995.

Numa brincadeira orquestrada por Regina Hall — uma das apresentadoras desta edição dos Óscares, ao lado de Wanda Sykes e Amy Schumer — a atriz e comediante chamou ao palco vários atores charmosos porque supostamente tinham de fazer um teste especial à Covid-19 que envolvia a língua dela e a boca deles. Bradley Cooper, Timothée Chalamet ou Tyler Perry foram alguns dos convocados que alinharam na brincadeira e subiram ao palco.

Quem também foi mencionado foi Will Smith. “Tu és casado, mas sabes que mais? Estás na lista e parece que a Jada [Pinkett Smith] aprovou, por isso sobe para aqui”, pediu Regina Hall. Entre os risos de ambos, o ator recusou a proposta com fair-play, pouco antes de protagonizar um dos momentos mais chocantes de toda a história dos Óscares: subiu ao palco e agrediu Chris Rock depois de o humorista ter feito uma piada relativa à falta de cabelo da sua mulher Jada Pinkett Smith, que sofre de uma doença autoimune.

O comentário de Regina Hall não surgiu do nada — nas entrelinhas estava a referir-se à alegada relação aberta que Will Smith e Jada Pinkett Smith mantêm, e que tem gerado muitas controvérsias ao longo dos anos. O casamento de ambos tem sido um assunto recorrente. Neste mesmo mês de março, na gala dos prémios BAFTA, Rebel Wilson fez uma piada com Will Smith: “Pensava que a sua melhor performance do último ano tinha sido parecer estar OK com todos os namorados da mulher!”.

Em fevereiro, na passadeira vermelha dos SAG Awards, o tema também surgiu quando o casal foi abordado pela apresentadora da E! News Laverne Cox. “Mal podemos esperar por mais ‘Red Table Talk’ e emaranhamentos [termo usado para descrever a uma relação complicada]”. Enquanto sorria, Jada Pinkett Smith levantou os dedos e disse: “Não a mais desses!”

Laverne Cox referia-se ao programa de conversas que a atriz teve no Facebook. Num dos episódios, falou com o marido Will Smith sobre uma polémica que tinha sido bastante esmiuçada pela comunicação social — uma relação extraconjugal de Jada com o músico August Alsina que se tornou pública em 2020.

Os Smith clarificaram que, na altura, estavam separados. “Há quatro anos, comecei uma amizade com o August e tornámo-nos mesmo amigos”, disse Jada Pinkett Smith. “Tudo começou porque ele estava a precisar de ajuda, e eu queria ajudá-lo com a sua saúde e estado mental. A partir daí, e à medida que o tempo passou, envolvi-me num emaranhamento diferente com o August.”

A atriz acrescentou que tanto ela como Will conheceram Alsina através do filho Jaden. Na altura, o casal estava a atravessar “uma fase muito difícil”. “Nós acabámos”, esclareceu Jada. “Decidimos que nos iríamos separar durante um período de tempo.” Por isso, não vê o que aconteceu como uma “transgressão, de todo”.

“Através desta jornada em particular, aprendi muito sobre mim e pude confrontar muitas das minhas imaturidades e inseguranças emocionais. E quando comecei a compreender certas coisas sobre ti e eu, ele decidiu cortar toda a comunicação comigo, o que é totalmente compreensível. E deixei isso acontecer, não falei com ele desde então. Por isso, é estranho que tudo isto se tenha tornado público tantos anos depois”, explicou Jada Pinkett Smith ao marido, numa conversa partilhada com os fãs.

Em 2020, numa entrevista no canal de YouTube de Angela Yee, August Alsina tocou no assunto. “Sentei-me com o Will e tive uma conversa sobre a transformação do seu casamento numa parceria de vida… ele deu-me a sua bênção”, disse o músico, dando a entender que Will Smith aprovou a sua relação com Jada. Alegadamente, o tema “Nunya”, de August Alsina, lançado em 2019, foi inspirado na relação que teve com ela.

Muitos apontam que a piada de Chris Rock pode ter espoletou a agressão de Will Smith no contexto de todas as suas angústias relativas à forma como o seu casamento é percecionada. Pode ter sido a gota de água que fez transbordar o copo.

A relação de Will Smith e Jada Pinkett Smith

Os dois atores estão juntos desde 1995, pouco depois de se conhecerem no set de gravações de “O Príncipe de Bel-Air” — Will Smith era o ator protagonista da série, Jada Pinkett tinha feito um casting para um papel. Acabou por não ficar com o trabalho, mas os dois desenvolveram uma química imediata e começaram a namorar pouco tempo depois. Will Smith era casado na altura, com Sheree Zampino, e divorciou-se para ficar com Jada. Os dois casaram-se em 1997.

“A Jada nunca acreditou no casamento convencional… Ela tinha membros da família que tinham relações pouco convencionais”, contou Smith numa entrevista à revista “GQ” em 2021. “Temos dado um ao outro liberdade e confiança, com a crença de que todos têm de encontrar o seu caminho. E o casamento para nós não pode ser uma prisão.” O ator esclareceu ainda que a mulher não foi a única a ter relações sexuais fora do casamento, ainda que só se conheçam casos de Jada Pinkett Smith, que sempre pareceu a pessoa mais interessada na relação aberta.

“Ela cresceu de uma maneira muito diferente da forma como cresci. Tivemos inúmeras e infindáveis discussões sobre o que é a perfeição no contexto de uma relação. Sobre qual é a forma perfeita de interagir face ao outro. E durante grande parte da nossa relação, a monogamia foi o que escolhemos, mas sem pensar que era a forma única de ter a relação perfeita.”

Acrescentou ainda: “Não aconselho o nosso caminho a ninguém. Mas a experiência das liberdades que demos um ao outro e o apoio incondicional para mim são a definição máxima de amor”.

Em 2015, Jada Pinkett Smith também comentou o assunto no programa de Howard Stern. “É um homem crescido… e confio que o Will seja um homem com integridade. Tem toda a liberdade no mundo. E desde que ele consiga olhar-se no espelho e estar OK, estou bem. Não sou o tipo de mulher que acredita que um homem não se vá sentir atraído por outras mulheres. Simplesmente não é realista.”

E acrescentou: “Só porque o teu homem está atraído por outra mulher não significa que não te ame. Se o teu homem não pode ver a beleza de outra mulher, como raio vai ver a tua? Tens de ser humano e seres o que és”.

Dois anos antes, em declarações ao “HuffPost Live”, revelou que Will Smith podia “fazer o que quisesse”. Mais tarde, Jada  aprofundou estas declarações nas redes sociais. “Acreditamos que amar alguém é possuí-los? Acreditamos que o sentimento de pertença é a razão pela qual alguém se deve ‘comportar’? Ambos podemos fazer o que quisermos, porque confiamos um no outro”, referindo-se à relação como “crescida” em vez de “aberta”.

Conheceram-se em “O Príncipe de Bel-Air”.

Em novembro do ano passado, numa entrevista a Oprah Winfrey, Will Smith voltou a falar sobre o casamento, recuando no tempo até ao início da relação. “Bebíamos todos os dias e fazíamos sexo várias vezes por dia, durante quatro meses de seguida. Comecei a perguntar-me se era uma competição. De qualquer forma, para mim só havia duas possibilidades: ia satisfazer sexualmente esta mulher, ou ia morrer a tentar.”

Em 2011, depois de um grande desentendimento, o casal separou-se durante uns tempos. Will Smith iniciou uma jornada espiritual que o levou a consumir ayahuasca por múltiplas vezes e teve sessões com uma consultora especializada em sexualidade tântrica. O ator contou estes detalhes no seu livro “Will”, editado em 2021.

Questionado pela consultora sobre aquilo que mais gostaria de explorar, Will Smith imaginou um harém de 25 mulheres — mas só referiu os nomes de Halle Berry e Misty Copeland. Durante as sessões chegou a prometer que as iria contactar para tentar concretizar esta fantasia. Entretanto percebeu que esta tinha tudo a ver com as frustrações que sentia no âmbito da relação com Jada.

“Calculo que se sentisse que tinha mulheres suficientes, iria conseguir encontrar alguém que gostasse sempre de mim”, escreveu no livro. “Mas se não consigo perceber como cuidar de uma mulher extraordinária, o que raio me fez pensar que conseguiria cuidar de 25?” 

Mesmo que publicamente admitam estar num bom momento na relação, Will Smith parece claramente afetado pela forma como se tem desenrolado o casamento — e pelas repercussões públicas que tem tido — ao longo dos anos. E, nos últimos tempos, tem continuado a ser um assunto mediático.

A cientologia

Apesar de não serem seguidores assumidos desta polémica religião, os Smith têm uma grande ligação à cientologia. Esta organização controversa tem estado associada a comportamentos erráticos e a múltiplos crimes, desde assédios a fraudes, passando por assaltos, violações e abortos coercivos. Muitas pessoas que haviam aderido a estas práticas religiosas tornaram-se mais tarde denunciantes.

Jada Pinkett Smith tem sido uma presença regular ao longo dos anos no Scientology Celebrity Centre em Hollywood. A fundação da família Smith também fez várias doações para a organização. Além disso, a escola que os Smith abriram na Califórnia em 2008, a New Village Leadership Academy — que fechou em 2013 — era essencialmente uma escola que seguia as regras da cientologia, contaram diversas fontes ao “The Daily Beast”. A grande maioria dos profissionais e ensinamentos estavam associados a essas práticas religiosas.

Depois da agressão nos Óscares, ​​Will Smith já fez um pedido de desculpas público a Chris Rock. Conheça as reações à agressão durante a gala, descubra se Will Smith pode perder o Óscar, veja o momento em que Will Smith é reconfortado por Denzel Washington e leia o artigo da NiT sobre os traumas do ator relacionados com a violência a que foi exposto na infância. 

Saiba também qual a doença autoimune de que sofre Jada Pinkett Smith, que originou a piada de Chris Rock, e leia as principais reações dos humoristas portugueses. Chris Rock já tinha feito piadas sobre os Smith nos Óscares de 2016. O comediante recusou apresentar queixa contra Will e a Academia condenou o incidente, dizendo que pondera avançar com outras consequências. A piada de Chris Rock não estava no guião do espetáculo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT