Cinema

Este novo filme é uma espécie de “Matrix” (e nem toda a gente vai conseguir perceber)

“Bliss” estreou na Amazon Prime Video nos últimos dias e tem Owen Wilson e Salma Hayek nos papéis principais.
Owen Wilson e Salma Hayek são os protagonistas.

Depois de escrever e realizar “Outra Terra” e “O Universo no Olhar”, Mike Cahill tem outro filme de ficção científica onde explora temas semelhantes. Chama-se “Bliss”, estreou na Amazon Prime Video a 5 de fevereiro e tem Owen Wilson e Salma Hayek nos papéis principais.

A história tem algumas semelhanças com a saga de “Matrix” (embora com menos cenas de ação), já que se centra na premissa de que o mundo como o conhecemos é uma simulação. A narrativa arranca com Greg Wittle (Owen Wilson) no seu escritório.

Ele trabalha num call center que resolve problemas técnicos, mas Greg está numa fase difícil da vida. Separado da mulher, completamente desmotivado do trabalho e sem sequer querer ir ao jantar de família para celebrar o facto de a filha estar a concluir o liceu, Greg é chamado ao gabinete do chefe.

Depois de um incidente que se torna violento, Greg sai disparado do escritório e atravessa a rua para beber um copo num bar. Acaba por conhecer Isabel (Salma Hayek), uma mulher que lhe explica a tal teoria da simulação: que nós não vivemos num mundo real, apesar de eles — protagonistas — serem verdadeiros.

Isabel, que é uma toxicodependente naquela simulação, mostra a Greg como consegue manipular a realidade através da sua mente se ingerir uns pequenos cristais amarelos. Perdido na vida, Greg aceita toda a nova informação que está a receber — que mudaria a vida a qualquer pessoa — e acompanha Isabel ao acampamento de sem-abrigo onde ela vive.

Os dois aproximam-se e usam as habilidades para manipular a realidade. Isabel explica-lhe que, no mundo real, ela é uma cientista importante. Enquanto isto acontece, a filha de Greg tenta procurar pelo pai.

“O público pode decidir que filme está a ver”, explicou Salma Hayek à “Variety”. “Há duas versões. Não é um filme abstrato, há um princípio, meio e fim. Funciona de ambas as formas. Podem escolher ver um filme que é sobre duas pessoas que estão a lidar com a toxicodependência. Ou podem escolher ver um filme de ficção científica que fala de um ‘mundo feliz’ [bliss world].”

“Nesse mundo eu interpreto uma cientista que cria um mundo feio para que alguns possam entrar na simulação e experienciá-lo, para que possamos apreciar o mundo feliz, porque já toda a gente o toma por garantido e já está habituada”, acrescenta a atriz de 54 anos.

A imprensa internacional não tem elogiado particularmente o filme, criticando a narrativa e o próprio conceito de ficção científica — que tem sido descrito como bastante difícil de compreender e assimilar.

O elenco de “Bliss” inclui ainda nomes como Nesta Cooper, Jorge Lendeborg Jr., Ronny Chieng, Steve Zissis, Joshua Leonard, Madeline Zima, Bill Nye, DeRon Horton, Eugene Young e Dayne Catalano, entre outros. E há ainda uma participação especial do filósofo esloveno Slavoj Zizek.

Se subscreve a plataforma de streaming da Amazon Prime Video, dê também uma hipótese a filmes como “Sound of Metal” e “Uncle Frank”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT