Cinema

Greta Gerwig admite que é possível haver um spin-off de “Barbie”

A realizadora garante que tem "muito material" para dar continuidade às personagens da história original.
Em breve na HBO Max.

A dias de chegar à HBO Max, Greta Gerwig levanta a hipótese de fazer um spin-off de um dos filmes mais rentáveis do ano. A realizadora revela que, se o projeto avançar, será um filme baseado no Ken, porque “tem imenso material para a personagem”.

“Quero dizer, a verdade é que, sabes… acho que vamos ver”, admitiu timidamente Greta Gerwig a Sharyn Alfonsi, numa entrevista para o programa “60 Minutes”, da CBS, a 3 de dezembro, sobre a possibilidade de transformar “Barbie” numa saga. Mais adiante, sugeriu que desenvolveram muito personagem de Ryan Gosling. “Tínhamos demasiado material para o Ken. Escrevíamos, escrevíamos e escrevíamos”.

Porém, a ideia do spin-off não parece agradar aos atores, dada a grandiosidade e sucesso do filme. Margot Robbie explicou, anteriormente, à “Associated Press” que “Barbie” foi pensado para existir como uma produção autónoma e não uma saga.

“Acho que deixámos tudo neste filme. Não o construímos para ser uma trilogia ou algo do género”, disse a atriz australiana. “Greta entregou tudo nesta produção, por isso não consigo imaginar o que virá a seguir”.

Gosling também deu a sua opinião sobre a possibilidade de regressar à Barbieland: “Oh, não me vou aproximar disso. Realmente não sabemos de nada”. Mas acrescentou que, se a ideia for em frente, gostaria de interpretar Husky Ken.

O papel de Ken foi alocado a Ryan Gosling, mesmo antes de o ator fazer o casting. “Escrevemos o nome dele no guião e tudo. Estava em todo o lado”, revelou a realizadora. “Quando lhes entregámos o guião, o estúdio disse: ‘Oh, é tão bom que conheçam o Ryan’. E eu disse: ‘Oh, não conheço o Ryan. Nunca o conheci”.”

O filme original chega ao catálogo da HBO Max a 15 de dezembro e acompanha a vida ideal da boneca loira em Barbieland, onde tudo é perfeito. No entanto, a boneca começa a ter dúvidas e explora temas existenciais com as outras bonecas da Mattel. “Alguma vez pensaram sobre a morte?”, questiona-se a protagonista, a meio de uma festa repleta de dança e música. De repetente, a sua vida muda completamente.

Sem a magia que a caracteriza, Barbie e o (pseudo) namorado Ken partem para o “mundo real” para tentarem encontrar uma solução para este problema. Mas a única coisa com que se deparam são mais dilemas inconvenientes.

O filme estreou nos cinemas portugueses a 20 de julho, e tornou-se num dos maiores êxitos de bilheteira do ano. “Barbie” ocupa o 14.º lugar, entre “Frozen II” e “Vingadores: Era de Ultron” (na 13.ª e 15.ª posição, respetivamente) na lista das produções cinematográficas mais lucrativas de sempre. O primeiro lugar pertence a “Avatar”, que faturou 2,76 milhões de euros.

Leia a crítica da NiT ao filme e descubra como é que Ryan Gosling recorda a sua passagem no Mickey Mouse Club.

Saiba também qual é o trio de “armas secretas” de Margot Robbie para ter um corpo como o da figura de plástico, e veja como a atriz recriou os looks mais icónicos da boneca.

Aproveite e carregue na galeria para conhecer todas as novidades de dezembro, no streaming e na televisão.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT