Cinema

Há mais um cinema que reabre em Lisboa (com clássicos e novidades)

A programação no Cinema Medeia Nimas regressa a 10 de junho e vai ter obras de Kubrick, Manoel de Oliveira ou Roman Polanski.
"2001 - Odisseia no Espaço" vai ser exibido.

Depois de três meses encerrado, o Cinema Medeia Nimas prepara a sua reabertura para a próxima quarta-feira, o feriado nacional de 10 de junho. Será um dos poucos cinemas disponíveis em Lisboa, tendo em conta que todas as salas nos centros comerciais ainda não podem abrir ao público.

A programação regressa com “Non, Ou a Vã Glória de Mandar”, de Manoel de Oliveira, sessão que vai incluir uma conversa com o biógrafo do cineasta, Paulo José Miranda, e o produtor do filme.

Os fãs de Stanley Kubrick também têm razões para aparecerem no Nimas. O cinema vai exibir uma cópia digital restaurada em 4K de “2001 — Odisseia no Espaço” e, depois, uma versão longa e restaurada de “Shining”.

Há ainda dois ciclos especiais para ver. A partir de 11 de junho vai poder ver dez obras do mexicano Luis Buñuel; e depois do dia 18 há o ciclo Roman Porno, da Nikkatsu, com dez filmes do género, entre clássicos e homenagens modernas.

Outros dos filmes que serão exibidos são “Por Favor, Não me Morda o Pescoço”, de Roman Polanski; “A Cidade Branca”, de Alain Tanner; “Mosquito”, de João Nuno Pinto; “Quarto 212”, de Christophe Honoré; e “Martin Eden”, de Pietro Marcello, entre outros.

O uso de máscara vai ser obrigatório, os lugares serão marcados e a lotação será reduzida, de modo a garantir o distanciamento social. Os bilhetes para cada sessão variam entre os 4€ e os 8€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT