Cinema

Heard alega que Depp a violou com uma garrafa e que a espancou por ter ciúmes de James Franco

A atriz testemunhou pela segunda vez esta quinta-feira, 5 de maio. Durante uma das alegações, ouviram-se risos do ex-marido.
O julgamento do ano.

Amber Heard voltou a depor esta quinta-feira, 5 de maio durante o julgamento que a opõe a Johnny Depp, o ex-marido que a está a processar por difamação, devido a um artigo assinado pela atriz no jornal “The Washington Post”, em 2018. Depp pede uma indemnização de 50 milhões de dólares (o equivalente a 46 milhões de euros).

Nesse texto, a atriz e modelo relata as suas alegadas experiências enquanto vítima de violência doméstica. Apesar de nunca mencionar o nome de Depp, os advogados do ator dizem que é totalmente claro que as acusações se referem ao ex-marido, e que isso tem afetado a sua reputação e carreira.

Antes do artigo, Amber Heard já tinha acusado publicamente Johnny Depp de a ter agredido e estrangulado em episódios violentos e voláteis. Durante o seu novo testemunho, mencionou vários novos episódios.

O caso da violação com uma garrafa

Um dos momentos mais marcantes deste depoimento foi, provavelmente, quando Amber Heard revelou que o ex-marido abusou dela com uma garrafa partida.

“Nem acredito que tenho de fazer isto”, disse, após o seu advogado lhe perguntar se o ator tinha penetrado a vagina de Heard com uma garrafa de licor, chegando inclusive ao seu osso púbico. A atriz alega ainda que Depp a penetrou com a garrafa vezes sem conta, adiantando que ficou a sangrar daquela zona do corpo após os abusos que decorreram durante o conflito do ex-casal em 2015, na Austrália.

As agressões físicas espoletadas por ciúmes

Johnny Depp acreditava que Amber Heard mantinha uma relação extraconjugal com o também ator James Franco. No entanto, a atriz sempre afirmou que tal não era verdade. Apesar de negar as acusações, Heard disse que foi agredida pelo ex-marido depois de uma cena de ciúmes.

Os sentimentos tóxicos fizeram com que Depp continuasse a questionar a lealdade da ex-mulher, levando-o a ser, segundo Heard, cada vez mais agressivo. A atriz recorda-se de um episódio que decorreu em 2014, quando o ex-casal viajava de avião de Boston para Los Angeles. Alega que durante o voo foi agredida pelo ator de 58 anos.

“Deu-me pontapés nas costas e caí no chão”, afirmou. “Ninguém disse nada. Ninguém fez nada. Era quase como se conseguisse ouvir um alfinete a cair naquele avião”.

O ator, porém, tem uma versão diferente daquela história. Durante o seu testemunho, Depp revelou que tomou comprimidos e acabou por adormecer durante o voo, para evitar interagir com a ex-mulher.

James Franco estava na lista de testemunhas de Amber Heard mas, segundo o jornal “New York Post”, mostrou-se indisponível para a defender em tribunal.

O pedaço de dedo perdido e os risos de Depp

Em 2015, Johnny Depp perdeu a ponta do dedo enquanto estava na Austrália com Heard. O ator alegou que foi a ex-mulher que lhe atirou com uma garrafa de vodka, mas Amber Heard contou uma história completamente diferente.

A atriz contou que ao acordar, após ser violada com uma garrafa de licor,  terá visto o ex-marido ferido, com sangue. “Cheguei à conclusão que não tinha um dedo”. Amber Heard lembra-se também de uma casa destruída e várias mensagens escritas na parede.

Heard explicou em tribunal que não conseguiu decifrar o significado das frases escritas por Depp, mas que tinha a certeza que eram para si. Ao dar mais informações sobre essa noite caótica, referiu que o ator “tirou o pénis das calças” e tentou urinar nos objetos destruídos. Enquanto contava esta história, ouviram-se risos de Johnny Depp.

Olhos negros, cabelos arrancados e lábios feridos

Durante as últimas semanas tornou-se claro que as discussões entre o ex-casal eram constantes, tornando-se muitas vezes físicas. Durante o seu segundo depoimento, Amber Heard revela que a cama onde dormiam acabou por ser destruída pelo ator durante uma altercação.

Segundo contou, essa discussão aconteceu a 15 de dezembro de 2015. Amber Heard acabou por ficar com dois olhos negros e falhas no cabelo, após Depp o arrancar. “A minha cabeça estava a sangrar por causa dos cabelos arrancados que estavam no chão pela casa toda”, disse a atriz.

Segundo o “New York Post”, foram mostradas fotografias do estado físico de Amber Heard, onde podemos ver várias feridas e um lábio aberto. “Ele abriu-me o lábio quando me deu um soco”, revelou. Também foram apresentadas fotografias de mobília e objetos com manchas de sangue já seco.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT