Cinema

Hugh Grant “detestou” ser um Oompa-Loompa em “Wonka”

A longa-metragem realizada por Paul King chega esta quinta-feira, 7 de dezembro, às salas de cinema portuguesas.
Hugh Grant em "Wonka"

Nem todos os trabalhos são experiências maravilhosas — Hugh Grant que o diga. O ator confessou ter odiado interpretar um Oompa-Loompa em “Wonka”, protagonizado por Timothée Chalamet. O filme chega esta quinta-feira, 7 de dezembro, às salas de cinema nacionais.

Para encarnar o pequeno ser, com a pele laranja e cabelo verde, o britânico de 63 anos teve de trabalhar com tecnologia de captura de movimentos. Uma experiência “desconfortável”.

“Colocaram-me um objeto onde é possível ligar 16 câmaras. Não sabia onde estava, nem o que acontecia à minha volta”, descreveu. “Dei o meu melhor e dois meses depois pediram-me: ‘Podes voltar para repetir todo o processo?’”, acrescentou Grant, explicando que nessa altura o processo ainda estava longe de terminar.

“Volvidos outros dois meses voltaram a pedir-me o mesmo — andámos nisto cerca de dois anos. Não poderia ter odiado mais a experiência”, confessou. Grant também teve de usar um aparelho na cara para capturar as expressões faciais. Sem rodeios, comparou-o “a uma coroa de espinhos”.

A produção foi realizada por Paul King (o responsável por “Paddington” e “Paddington 2”) e conta como Willy Wonka conheceu os Oompa-Loompas, os pequenos funcionários cor de laranja da Fábrica de Chocolate, provenientes de Loompalândia e apaixonados por cacau. Trata-se um musical. Ou seja: será a primeira vez que Timothée Chalamet irá cantar e dançar no cinema.

O restante elenco inclui ainda Olivia Colman, Jim Carter, Sally Hawkins, Keegan-Michael Key, Rowan Atkinson e Matt Lucas.

Carregue na galeria para conhecer as séries que chegaram à televisão e às plataformas de streaming em dezembro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT