Cinema

Jennifer Lopez e Ben Affleck preparam-se para repetir a traumática separação de 2004

Os rumores multiplicam-se e a atriz está a promover o seu último filme sozinha — "Atlas" estreia esta sexta-feira na Netflix.

Jennifer Lopez foi a estrela em destaque na apresentação “Atlas” à imprensa, esta quarta-feira, 22 de maio, na Cidade do México. O pretexto era a estreia do seu novo filme, mas assim que os jornalistas tiveram a palavra, foi confrontada com o inevitável: “Quer falar sobre os rumores que andam a circular?” Os boatos falam, claro, da potencial separação de Ben Affleck, que seria a segunda do casal todo poderoso de Hollywood. “Tu sabes mais do que isso sobre como isto funciona para fazeres essa pergunta”, comentou a atriz, que descartou o tema de forma imediata.

Dois dias antes, na segunda-feira, Lopez passeou pela passadeira vermelha da estreia do filme, desta vez em Los Angeles, mas fê-lo sozinha. De Ben Affleck, nem sinal. O anel de casamento mantinha-se firme no dedo, mas os rumores disparam a alta velocidade — até porque as aparições do casal têm sido uma raridade nos últimos tempos.

O momento é importante para Lopez, que aos 54 anos protagoniza mais uma grande produção. “Atlas” chega à Netflix esta sexta-feira, 24 de maio, e coloca Lopez no papel de Atlas Shepherd, uma analista de dados que odeia inteligência artificial. Mas é num robô com esta tecnologia que terá de confiar, para salvar o planeta de outro sistema de IA. O elenco conta ainda com nomes como Sterling K. Brown, Simu Liu, Gregory James Cogan, Abraham Popoola e Lana Parrilla.

O lançamento de “Atlas” é o mais recente cenário de uma potencial segunda separação, depois da breve relação de 18 meses no início do século, acesa pela partilha do set em “Gigli”, ainda Lopez era uma mulher casada com Cris Judd.

Num golpe romântico — embora não assumido —, o ator pagou milhares de euros para publicar em várias revistas um artigo de agradecimento ao trabalho de Lopez. Um gesto que todos estranharam. Suspeitava-se de que havia algo mais por detrás do gesto do que mera cortesia laboral. E tinham toda a razão.

Foram tempos intensos: um mês depois do fim das gravações, os dois foram vistos juntos e nesse mesmo verão, a atriz e cantora anunciava o fim do casamento com Judd, para saltar imediatamente para os braços de Affleck. Nascia mais um power couple: Beniffer.

Para a imprensa cor de rosa e da indústria, a relação foi uma verdadeira loucura. A “People” pagou mais de cem mil euros por nove fotos de paparazzi que mostravam o recém-casal num Bentley a dar um beijo.

O amor de Beniffer foi anunciado ao mundo da forma mais espalhafatosa e previsível possível: num videoclipe da artista, “Jenny From The Block”, onde Affleck surge a dar um beijo no rabo da cantora. O gesto correu o planeta, mas viria a revelar-se um dos grandes arrependimentos do ator de 51 anos, com o próprio a queixar-se de que a decisão de tornar a relação ainda mais pública acabou por prejudicá-la.

“Se tenho um grande arrependimento, foi ter decidido fazer o videoclipe. Mas isso aconteceu há anos. Segui em frente”, contou, numa altura em que a própria carreira passou por um ocaso, com Affleck a atirar as culpas para cima da ex-namorada. “Fazer isso fez-me p

O expresso Beniffer corria a toda a velocidade e em novembro de 2002, a dupla anunciava o noivado, selado com um pedido de casamento feito na casa da mãe de Affleck. “Havia tantas velas, vasos, bouquets, estava a tocar a minha canção, a ‘Glad’… Eu entro e fico embasbacada, não estava à espera”, contou à época.

Se 2002 foi o ano da lua de mel, 2003 foi o começo do desastre. Em julho, rumores surgiam de que Affleck teria sido apanhado num br de strip no Canadá, apenas horas depois da ida para o ar de uma entrevista íntima a dois. Dizia-se também que o ator teria pelo menos tido relações sexuais com pelo menos uma mulher. Affleck negou tudo. Lopez atirou-se à imprensa. Mas o cenário ficaria ainda mais depauperado com o falhanço total de “Gigli” nos cinemas.

Se até ali, os rumores não passavam disso mesmo, um comunicado conjunto fez soar os alarmes. “Devido à excessiva atenção mediática que envolve o nosso casamento, decidimos adiar a data”, explicaram em setembro de 2003. “Demos por nós a escolher três noivas para servirem de engodo, o que achámos que era demais. Começamos a sentir que o espírito com que deveríamos abordar o dia mais feliz das nossas vidas estava comprometido.”

Ao fim de quatro meses de silêncio, a atriz vinha a público. “Confirmo os relatos de que o noivado com Ben Affleck foi cancelado”, revelou um representante. “Pedimos que respeitem a sua privacidade.”

Cada um para seu lado, casaram, tiveram filhos e prosseguiram com as suas vidas. Os fãs de Beniffer arrumaram o sonho, cresceram e esqueceram-se do casal, esquecido no virar do século. E assim foi, pelo menos até 2021, quando aparecem novamente juntos. Fontes próximas afirmam que “nunca deixaram de ser amigos”.

A máquina dos rumores volta a aquecer. Fala-se  de “uma química incrível” entre os dois. “Voltaram aos tempos de 2002 e estão a aproveitar a companhia um do outro.” Fala-se de entusiasmo de ambos os campos, sempre de forma oficiosa. O ator é então apanhado a fumar na varanda da mansão de Lopez em Miami. No pulso, carregava o relógio que usou no célebre videoclipe. Os encontros começaram a ser cada vez mais regulares e os paparazzi estavam (quase) sempre no local certo.

Os tempos são outros e a oficialização acontece agora no Instagram, com uma publicação de J Lo onde inclui uma imagem de um beijo entre os dois. E neste Beniffer 2.0 houve até oportunidade para um reeditar do velho toque no rabo do videoclipe, com imagens apanhadas por paparazzi num iate ao largo do Mónaco.

Numa espécie de remake da relação de 2002, também esta contou com um pedido de casamento — e mais um anel com um enorme diamante. Volvidos 19 anos, Affleck e Lopez concretizaram o evento adiado, sem grande pompa. Assinaram os papéis num drive-in em Las Vegas já durante a madrugada. “Foi o melhor casamento que poderíamos ter imaginado”, disse Lopez.

Por altura do primeiro aniversário de casados, começam a surgir novos rumores. A “People” garante que o casal vive já em casas separadas em Los Angeles. Affleck não acompanhou Lopez na habitual parada de estrelas da Met Gala a 6 de maio. O afastamento foi apenas interrompido com a presença de ambos a 16 de maio, para assistirem à peça de teatro do filho de Affleck.

Mais uma vez, os olhares estão atentos a todos os pormenores. E, tal como há 20 anos, é nos comentários anónimos que se começam a revelar as fendas na relação. “Têm abordagens muito diferentes no que toca à atenção mediática. O Ben odeia toda a atenção, fica desconfortável. Ela tem uma abordagem diferente (…) Não há dúvidas de que existe um choque de estilos e, ao fim de algum tempo, isso causa tensão na relação.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT