Cinema

Kevin Spacey dá primeira entrevista depois do escândalo sexual: “Não sei onde vou viver”

O ator diz que está falido e que a sua casa foi executada e leiloada. Ainda assim, quer mostrar que é "um homem de bom caráter".

“Não tenho nada a esconder e quero viver uma vida mais aberta do que vivi no passado”, confessou Kevin Spacey na primeira longa entrevista desde que venceu a maioria dos processos movidos contra si por má conduta sexual. Durante a conversa desta terça-feira, 11 de junho, Piers Morgan abordou não apenas as alegações, mas também o estado mental do ator, a sua sexualidade, a infância e a débil situação financeira em que atravessa após anos de batalhas judiciais.

Spacey chegou mesmo a emocionar-se, ao confessar que pouco ou nenhum dinheiro lhe restou da fortuna que fez ao longo de uma carreira brilhante no cinema e na televisão. A sua casa em Baltimore está em processo de execução e vai ser leiloada a preço de saldo. “Não tenho bem a certeza de onde vou viver agora”, explicou Spacey, que tem ainda uma “dívida milionária” aos advogados que o defenderam durante os últimos sete anos.

Entre as maiores dívidas está uma de mais de 30 milhões devida aos produtores de “House of Cards”, devido às mudanças na série forçadas pelo seu caso na justiça. Algo que foi considerada como uma violação do seu contrato.

“Passei muitos anos a evitar falar sobre mim mesmo e a evitar perguntas sobre a minha vida pessoal e a minha sexualidade”, contou a Morgan. Após as alegações feitas pelo ator Anthony Rapp em 2017, o ator explica que se encontrou “num lugar muito, muito sombrio”.

Rapp teria apenas 14 anos quando Spacey, com 26, o levantou fisicamente “como um noivo pega numa noiva”, colocou-o numa cama e depois subiu para cima de si numa tentativa de iniciar um ato sexual. A acusação foi feita e remonta a1986, embora Spacey tenha voltado a negar as acusações.

Defendeu-se alegando que Rapp e um amigo apenas foram à sua casa para conhecer o cão. Um júri considerou-o não responsável no processo por má conduta sexual movido por Rapp em 2022. “Espero que um dia Anthony Rapp possa aceitar que teve um problema de memória”, anotou o ator.

As alegações de má conduta sexual de Rapp estão entre várias que têm Spacey como alvo. Em 2023, a estrela de “House of Cards” e “Beleza Americana” foi considerada inocente de nove acusações em Londres, incluindo agressão sexual, por crimes que teriam sido cometidos entre 2001 e 2013.

Spacey ainda terá que enfrentar mais um julgamento civil no Reino Unido em 2025, num processo em que um homem alega que o ator o agrediu sexualmente.

“Saí de tudo isto sem amargura, sem raiva, sem ressentimento”, confessa. “Houve momentos de arrogância. Houve momentos de ego… O meu objetivo agora é provar que sou um homem de bom caráter.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT