Cinema

A lista de filmes que Martin Scorsese recomendou a Quentin Tarantino para a quarentena

São 50 produções britânicas que o realizador aconselhou por escrito aos dois cineastas.
Martin Scorsese tem 78 anos.

Num programa recente do “The Empire Film Podcast”, os realizadores Edgar Wright e Quentin Tarantino revelaram que têm feito uma espécie de clube de filmes virtual durante os últimos nove meses de confinamento. 

Wright explicou que tem sido “uma das poucas bênçãos da pandemia”, a oportunidade para se ficar em casa e mergulhar em centenas de filmes. A melhor parte é que Martin Scorsese foi um dos curadores desse clube digital de cinéfilos.

Antes de interromper as gravações de “Last Night in Soho”, o seu próximo filme, Edgar Wright estava a ver filmes em casa e a procurar online comentários de Martin Scorsese sobre eles. Foi a partir daí que decidiu escrever uma carta ao aclamado cineasta, para lhe agradecer o facto de, involuntariamente, ter sido o seu professor durante aquele período.

“Mandei-lhe esta carta simpática a agradecer e disse ‘Gostava que pudesse falar de qualquer filme, seria algo melhor para ter na Netflix do que passar à frente e ir ver ‘Bridgerton’”, explicou Edgar Wright no podcast. “E como estava curioso, escrevi no fim: ‘Já agora, quais são os seus filmes britânicos favoritos quando estava a crescer? Já falou muito de Powell e Pressburger, David Lean e Alfred Hitchcock, mas quais são alguns dos outros’?”.

Martin Scorsese respondeu à carta com uma lista de 50 filmes britânicos, que Edgar Wright fez o favor de revelar no podcast. Quando a recebeu, Wright partilhou a lista com Tarantino, e ambos viram os vários filmes que não conheciam.

“O Edgar partilhou comigo a lista e eu apontei e comecei a percorrê-la e isso levou-me numa autêntica saga, porque sou competitivo e gosto de encontrar os meus filmes”, disse Quentin Tarantino.

Se estiver a precisar de recomendações de filmes para ver durante a quarentena, espreite a lista de Martin Scorsese. São todas produções britânicas.

“Station Six-Sahara,” Seth Holt

“Nowhere to Go,” Seth Holt

“The Nanny,” Seth Holt

“Brief Ecstacy,” Edmond T. Gréville

“Halfway House,” Basil Dearden

“Went the Day Well?,” Alberto Cavalcanti

“Madonna of the Seven Moons,” Arthur Crabtree

“The Man in Grey,” Leslie Arliss

“So Long at the Fair, Terrence Fisher

“Stolen Face,” Terrence Fisher

“Four Sided Triangle,” Terrence Fisher

“Sound Barrier,” David Lean

“This Happy Breed,” David Lean

“Guns at Batasi,” John Guillermin

“Green for Danger,” Sidney Gilliat

“The Mind Benders,” Basil Dearden

“To the Public Danger,” Terrence Fisher

“It Always Rains on Sunday,” Robert Hamer

“A High Wind in Jamaica,” Alexander Mackendrick

“The Queen of Spades,” Thorold Dickinson

“Hue and Cry,” Charles Crichton

“Pink String and Sealing Wax,” Robert Hamer

“The Blue Lamp,” Basil Dearden

“The Good Die Young,” Lewis Gilbert

“Mandy,” Alexander Mackendrick

“Vampyres,” José Ramón Larraz

“Uncle Silas,” Charles Frank

“Legend of Hell House,” John Hough

“Burn Witch Burn,” Sidney Hayers

“The Flesh of the Fiends,” John Gilling

“The Snorkel,” Guy Green

“Scream of Fear,” Seth Holt

“These are the Damned,” Joseph Losey

“Plague of the Zombies,” Josh Gilling

“Quatermass and the Pit,” Roy Ward Baker

“Dr. Jekyll and Sister Hyde,” Roy Ward Baker

“The Devil Rides Out,” Terence Fisher

“The Asphyx,” Peter Newbrook

“Underground,” Anthony Asquith

“Shooting Stars,” Anthony Asquith

“Sapphire,” Basil Dearden

“Whistle And I’ll Come to You,” Jonathan Miller

“Dead of Night,” Anthology

“The Lonely Passion of Judith Hearne,” Jack Clayton

“The Innocents,” Jack Clayton

“The Pumpkin Eater,” Jack Clayton

“The Seventh Vail,” Compton Bennett

“Yield to the Night,” J. Lee Thompson

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT