cinema

Lúcia Moniz considerada melhor atriz em Londres por causa do filme “Listen”

A distinção chegou do Raindance Film Festival. À NiT, Ana Rocha de Sousa diz que é um prémio importante para o País.
Lúcia Moniz ganhou mais um prémio para "Listen".

Há um ano, “Listen”, o filme de Ana Rocha de Sousa, conquistava quatro prémios no Festival de Cinema de Veneza. Seguiram-se mais distinções e a indicação pela Academia Portuguesa de Cinema para a nomeação ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, que acabou por não acontecer. Esta sexta-feira, 5 de novembro, chegou mais um prémio: o de Melhor Performance para Lúcia Moniz, uma das protagonistas da obra.

A distinção foi feita na 29.ª edição do Raindance Film Festival, em Londres, neste que é um dos mais importantes festivais de projetos independentes no Reino Unido. Em declarações à NiT, a realizadora Ana Rocha de Sousa explicou a importância do prémio e destacou o trabalho de Lúcia Moniz.

“É muito importante para nós, Portugal. Acho que foi bonito o facto de a Lúcia ter ganho, depois de uma entrega tão profunda e longa, num trabalho tão difícil e intenso. É muito bonito o trabalho ser reconhecido desta maneira.”

O júri do festival destacou o “poderoso retrato” que foi feito pela atriz portuguesa sobre uma mãe que enfrenta problemas com os serviços sociais britânicos para conseguir a tutela dos filhos. “É mais do que merecido a nível artístico e a nível humano. Acho que sabemos distinguir a obra da artista. Há pessoas que fazem coisas incríveis e que são péssimas pessoas. A Lúcia é uma pessoa impressionante a todos os níveis, e isso é muito bonito”, acrescenta Ana Rocha de Sousa.

A atriz Lúcia Moniz usou as redes sociais para agradecer o prémio e deixar uma mensagem à realizadora. “Foi muito importante receber este reconhecimento no Reino Unido, onde é vivida toda a realidade retratada neste filme, que toca e expõe a ferida aberta do sistema e que ainda está longe de receber o justo tratamento”, começa por dizer no Instagram.

“Tenho um enorme sentido de gratidão por me ser confiada a função a que fui destinada, e também pelo meu trabalho e entrega serem reconhecidos desta forma. A Ana Rocha de Sousa estendeu-me a mão para me juntar a esta missão. Agarrei-a e não a largo mais”, continuou.

Apesar de o motivo ser festivo, a realizadora não deixou de comentar o facto de este recente prémio não ter tido relevância nos canais noticiosos nacionais. “A Lúcia vencer este prémio é muito merecido e muito relevante. Pelo que não faz o menor sentido os nossos canais nos seus noticiários ignorarem aquilo que devia ser mesmo uma celebração de um País para com ela.”

A realizadora não se refere em relação ao filme, que foi falado e irá continuar a ser, mas sim sobre o trabalho dos artistas nacionais. “O que aconteceu é importante. Ignorar é só rude ou pura desinformação. É importante colocar o tópico na mesa, falar sobre o porquê de fazermos isto aos nossos artistas”, continuou em conversa com a NiT. Já tinha aberto a discussão sobre o tema numa mensagem que partilhou na sua página de Instagram.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT