Cinema

A luta constante de Hugh Jackman contra o cancro da pele

O ator tem sido uma voz ativa na sensibilização para este problema de saúde — e lançou uma linha de protetores solares. Tem um novo filme.
O ator tem 52 anos e já ultrapassou vários tumores.

Maggie Smith, Edie Falco, Michael C. Hall, Chadwick Boseman, Hugh Jackman. Estes são alguns dos nomes de Hollywood que tiveram de lutar contra um cancro enquanto estavam nas gravações de filmes ou séries.

Alguns atores optam por não revelar o problema de saúde com que estão a lidar, como aconteceu no caso de Chadwick Boseman (que morreu no ano passado). Outros, como Hugh Jackman, tornam-se vozes ativas na luta contra o cancro e apostam nas campanhas de sensibilização.

Há vários anos que Hugh Jackman, australiano filho de pais britânicos, lida com um tipo de cancro de pele. O primeiro carcinoma das células escamosas foi-lhe removido em novembro de 2013 e, desde então, tem feito vários tratamentos. Ao todo já foi diagnosticado seis vezes com este tipo de tumor maligno. É algo que o poderá acompanhar para a vida.

Por isso mesmo, tem sido comum que o ator apareça em público com pensos no nariz — é a zona do corpo onde o cancro o mais tem afetado. No início deste mês de agosto, foi submetido a mais uma biópsia.

“Os médicos viram algo que era um pouco irregular, por isso fizeram uma biópsia e estão a analisá-la”, partilhou com os fãs num vídeo publicado nas redes sociais. 

Em 2017, revelou um episódio curioso durante a pré-produção do musical “O Grande Showman”, que é protagonizado por si. “Peço desculpas (mas não) ao meu cirurgião”, escreveu numa publicação nas redes sociais. “Ele disse-me para não cantar. Eu fi-lo à mesma. E depois… corri de volta para voltar a ser cosido. Valeu a pena!”

O ator usa regularmente pensos no nariz.

Quando o elenco se juntou pela primeira vez, num encontro em Nova Iorque, ele planeou “gesticular” em vez de cantar. “Tinham-me acabado de tirar um tumor do nariz. Estava tudo bem mas tinha uns 80 pontos no meu nariz e o meu médico disse-me para não cantar.”

“No dia seguinte toda a gente chega e eu explico porque é que não vou cantar e disse que no dia [das gravações] é que ia cantar mas que ia gesticular e interpretar todas as cenas.” O plano estava a correr bem até que chegou ao momento de ensaiar uma canção, “From Now On”. Nesse momento, Jackman cedeu, deixou-se levar e começou a cantar com o resto do elenco.

Hugh Jackman nunca teve de fazer quimioterapia nem tratamentos muito agressivos. “É cancro da pele mas a forma menos perigosa. É só algo que eu tenho de tirar por ser um australiano com pais ingleses”, brincou no programa “Live! With Kelly”, no mesmo ano.

Os apelos constantes

Ao longo dos anos, Hugh Jackman tem partilhado atualizações sobre o seu estado de saúde com os fãs. Além disso, tem apelado constantemente para que as pessoas usem protetor solar quando estão na rua e, sobretudo, nas alturas mais quentes do ano.

“Um par de notas: por favor tenham a vossa pele vista por um especialista regularmente, por favor não pensem que não vos pode acontecer a vocês e, acima de tudo, por favor usem protetor solar”, escreveu neste mês de agosto no Twitter.

No mesmo programa “Live! With Kelly”, o ator explicou que durante a infância tinha muito pouco cuidado com a exposição solar. “As nossas regras quando éramos miúdos era que te queimavas e escamavas duas ou três vezes e era isso. Era a nossa base. Quer dizer, aquilo era maluco.” E acrescentou: “Não podias ir à piscina 30 minutos depois de comer. Ias morrer. Mas ninguém dizia nada sobre protetor solar”.

Em 2015, o ator lançou nos EUA uma marca de protetores solares infantis, a Pure Sun Defense. Era destinada a miúdos com menos de 12 anos e continha personagens de super-heróis ou personagens icónicas nas embalagens, como os “Vingadores”, o “Homem-Aranha”, os “Mínimos” ou de “Frozen: O Reino do Gelo”.

O novo filme, “Reminiscência”

Atualmente, Hugh Jackman está a preparar a peça “The Music Man”, que vai estar em cena na Broadway, em Nova Iorque. O seu novo filme estreia nos cinemas portugueses esta quinta-feira, 19 de agosto. “Reminiscência” é o primeiro filme realizado por Lisa Joy, uma das criadoras de “Westworld”, e centra-se num mistério de ficção científica.

O enredo passa-se no futuro, quando há uma guerra iminente na fronteira sul dos EUA. Jackman faz de Nick Bannister, um investigador privado da mente, que consegue mergulhar no passado para encontrar respostas. A sua vida é posta à prova quando lhe chega o caso de uma nova cliente, Mae (Rebecca Ferguson). Um simples caso torna-se numa obsessão quando ela desaparece e Bannister determina-se a descobrir a verdade sobre ela.

Carregue na galeria para conhecer alguns dos principais filmes que vão estrear até ao final do ano.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT