Cinema

Morreu Alan Parker, realizador de “Fama” e “O Expresso da Meia-Noite”

O realizador britânico tinha 76 anos e sofria de uma doença prolongada, ainda não divulgada.
Morreu esta sexta-feira.

Alan Parker, guionista e realizador britânico morreu esta sexta-feira, 31 de julho, avança o “Hollywood Reporter”. O homem que nos deu os clássicos “Fama” e “O Expresso da Meia-Noite” tinha 76 anos.

Parker lutava contra uma doença prolongada, ainda não divulgada, e a sua morte foi confirmada pelo British Film Institute. O realizador foi responsável por 14 filmes, tendo escrito o guião de seis.

Com uma queda especial para filmes sobre música, deixou um legado nessa área com “Bugsy Malone” (1976), “Fama” (1980), “Pink Floyd The Wall” (1982), “Os Commitments” (1991), e “Evita” (1996) — onde Madonna representou Eva Perón.

Numa perspetiva mais profunda, Parker realizou “O Expresso da Meia-Noite” (1978) e “Mississipi em Chamas” (1988), que lhe valeram duas nomeações de Melhor Realizador nas cerimónias dos Óscares. O primeiro sobre a prisão de um norte-americano na Turquia por tráfico de droga, e o segundo sobre dois agentes do FBI que investigam o desaparecimento de dois ativistas.

Em 2002 foi ordenado cavaleiro da Ordem do Império Britânico pela rainha Isabel II e, em 2015, reformou-se da sua carreira no cinema. Passou os últimos anos a pintar.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT