Cinema

Morreu Donald Sutherland. Tinha 88 anos

Ao longo da carreira, participou em mais de 150 filmes, incluindo a saga "Jogos da Fome" e "Orgulho e Preconceito".
Tinha 88 anos.

O ator Donald Sutherland morreu esta quinta-feira, 20 de junho, em Miami. Tinha 88 anos e sofria de doença prolongada, embora a mesma não tenha sido revelada. A informação foi confirmada pela sua agência à revista “Variety”.

Participou em mais de 150 filmes, incluindo os da saga “Jogos da Fome”, “Doze Indomáveis Patifes”, “MASH”, “Klute”, “Orgulho e Preconceito”, “Aquele Inverno em Veneza” e muitos outros.

Nascido no Canadá, Sutherland teve uma carreira de seis décadas. Um dos seus papéis mais populares foi o de presidente Snow em “Jogos da Fome”. O vilão tornou-se tão popular que acabou por ter o seu próprio filme, chamado “A Baladas dos Pássaros e das Serpentes”. Recebeu 24 prémios, entre Emmys, Globos de Ouro e um Óscar honorário em 2018.

O ator já está a ser homenageado nas redes sociais pelos fãs. No entanto, o tributo mais tocante veio de Kiefer Sutherland, um dos seus filhos. “Pessoalmente, penso que é um dos atores mais importantes da história. “Nunca se deixou intimidar por um papel, quer ele fosse bom, mau ou feio. Ele amava o que fazia e fazia o que amava, e não se pode pedir mais do que isso. Teve uma vida bem vivida”, escreveu no X.

As várias doenças de Donald Sutherland

A luta do ator contra as doenças começou logo quando era miúdo. Aos 14 anos teve poliomielite, o que acabou por marcar imenso a sua infância. Posteriormente, teve hepatite, mas não revelou em que altura da sua vida é que contraiu esta patologia.

Quando era jovem adulto teve ainda enfisema pulmonar e bronquite crónica, que geralmente são causadas pelo tabagismo prolongado. Estas condições continuaram a afetar a sua vida, visto que dificultavam a respiração.

No entanto, a doença que mais o marcou foi a meningite espinhal, que causou a sua morte durante quatro segundos na década de 1970. Esta condição leva à inflamação das membranas protetoras que cobrem o cérebro e a medula espinhal.

“Fiquei doente quando estava a gravar ‘Heróis por Conta Própria’. Vim para a Jugoslávia para gravar apenas num dia e fiquei lá durante seis semanas”, disse numa entrevista de 2012 ao “The Guardian”. “Levaram-me para o hospital e disseram-me que tinha meningite espinhal.”

Como não tinham os antibióticos necessários para combater a patologia, Donald entrou em coma. “Disseram-me que estive morto durante uns segundos. Vi o túnel azul e a luz branca e comecei a caminhar em direção a ela. Não queria morrer, mas pareceu-me muito tentador. ‘Porque não?’, pensei.”

Uma família ligada ao mundo do entretenimento

Teve cinco filhos e alguns deles tornaram-se atores, como Rossif Sutherland (cujo nome é inspirado no realizador francês Frédéric Rossif), de 45 anos, cujo primeiro papel foi em 2003 no filme de ficção-científica “Timeline”. Seguiram-se participações em projetos como a série “ER”, na décima temporada e, mais recente, no filme “Orfã: A Origem”, lançado em 2022.

O filho mais conhecido de Donald, contudo, é Kiefer, de 57 anos. Estreou-se no ecrã no filme de comédia e drama “A Volta de Max Dugan”, onde o seu pai era uma das grandes estrelas. Ao contrário do irmão, tem tido uma carreira frutífera em Hollywood.

Foi o grande protagonista de “Linha Mortal”, lançado em 1990. Contracenou com lendas da indústria como Julia Roberts e Kevin Bacon. A obra acabou por dividir a opinião dos críticos e conta atualmente com uma avaliação de 50 por cento no Rotten Tomatoes.

Foi durante as gravações que se começou a aproximar de Julia Roberts e, uns meses depois, tornaram-se oficialmente um casal. As gravações começaram em 1989 e em agosto do ano seguinte anunciaram que estavam noivos.

O casamento estava marcado para 14 de junho de 1991 nos estúdios da 20th Century Fox. No entanto, várias notícias começaram a afirmar que, enquanto estava noivo de Julia Roberts, Kiefer começou uma relação com Amanda Rice, uma dançarina exótica — algo que o ator negou. Afirmou que tinha estado com ela, mas só porque ambos eram fãs de bilhar e, segundo conta, a interação ficou só por aí.

Três dias antes da cerimónia, Sutherland e Roberts partilharam um comunicado onde revelaram que tinham adiado o casamento e que esta decisão tinha sido mútua. A atriz disse depois que queria terminar o relacionamento, mas Kiefer adiantou-se e ligou-lhe a dizer que não queria continuar com ela.

O que poucos sabem é que Kiefer tem uma irmã gémea, chamada Rachel. Tal como muitos dos seus outros familiares, está na indústria do entretenimento, mas não à frente das câmaras. É, sim, gerente de produção.

É muito próxima de Kiefer. “Ter um irmão gémeo ajudou-me a perceber o valor de ter uma companhia. Sempre que estava a passar por algo podia olhar para o lado e desabafar”, contou à “People”.

Donald também é pai de Roeg, que nasceu em Los Angeles a 5 de fevereiro de 1974 e cuja vida também é passada em Hollywood. Não é ator ou produtor, mas sim responsável pela representação de filmes independentes e de conteúdo televisivo e digital, ou seja, está mais virado para os financiamentos.

Por último, é pai de Angus, cujo nome tem uma história bastante caricata, visto que é uma homenagem a Robert Redford, aquele que era um dos seus atores e realizadores favorito. 

Era suposto o nome do homem de 41 anos ser Redford Sutherland, mas após o nascimento uma enfermeira disse que não podia dar o nome Redford ao bebé. “Foi por isso que lhe demos o nome Angus Redford Sutherland”, contou Donald à “Variety” em 2019.

Tentou ser ator e quando era mais novo teve pequenos papéis na série “Senhora Presidente” e no filme “Grande Moca, Meu! A Fuga”. Quando viu que aquela não era a sua vocação, tornou-se produtor e ajudou a criar obras como “1917” e “November Criminals”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT