Cinema

Morreu o refugiado iraniano que inspirou um filme de Steven Spielberg

Mehran Karimi Naseri tinha 77 anos e a sua história deu origem à personagem de Tom Hanks em “Terminal de Aeroporto”.
O filme estreou em 2004.

O refugiado político iraniano Mehran Karimi Naseri morreu este sábado, 12 de janeiro, devido a causas naturais aos 77 anos. Conhecido por Sir Alfred, viveu durante mais de 18 anos no aeroporto Roissy-Charles de Gaulle, em Paris, e a sua história inspirou Steven Spielgerg na realização do filme “Terminal de Aeroporto”.

De acordo com uma fonte aeroportuária, o refugiado encontrava-se num terminal do mesmo aeroporto, para onde regressou após ter gasto uma grande parte da quantia do dinheiro que recebeu com a longa-metragem.

Mehran é a inspiração por trás de Viktor Navorski, interpretado por Tom Hanks. No filme, a personagem viaja do seu país, no Leste, para Nova Iorque. Quando chega ao Aeroporto JFK descobre que houve um golpe de estado no seu país e que este deixou de existir. Sem ter maneira de comprovar a existência da sua terra natal, Viktor vai ficar no aeroporto durante bastante tempo a tentar contornar este problema burocrático.

Antes do lançamento da produção, em 2004, o refugiado já tinha protagonizado várias reportagens televisivas e na rádio. Tornou-se uma figura icónica no Charles de Gaulle após obter o estatuto de refugiado no território francês, em 1999.

Antes de chegar a Paris, Nehran ainda passou por cidades como Londres, Berlim e Amsterdão, numa viagem à procura da mãe. No entanto, a falta de documentação levou a que fosse expulso de todos os locais. Conseguiu uma autorização de residência em França.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT