Cinema

Morreu Pilar Bardem, a atriz e mãe de Javier Bardem

Premiada com um Goya, era a matriarca de uma família ligada ao cinema. Tinha 82 anos.
Tinha 82 anos.

Internada há alguns dias num hospital de Madrid devido a um problema pulmonar, a atriz Pilar Bardem acabou por falecer no sábado, 17 de julho, aos 82 anos. Nos últimos anos de vida, Pilar já respirava com dificuldade, necessitando da ajuda de uma garrafa de oxigénio no dia a dia.

Muito antes de um dos seus filhos se tornar figura de renome em Hollywood, Pilar já se destacara pelo seu próprio talento. Em 1996, vencera um prestigiado prémio Goya para melhor atriz Secundária pelo seu papel em “‘Ninguém Falará de Nós Quando Morrermos”.

A sua carreira começou ainda nos anos 60 e dividiu-se ao longo de décadas entre cinema e televisão, mas também nos palcos. “Em Carne Viva” e “Capitão Alatriste” são outros dos filmes em que participou e que se destacaram para lá das fronteiras de Espanha. As suas últimas aparições no ecrã foram em 2014 e 2015.

Pilar era também a matriarca de uma família onde o cinema era paixão comum. Além de Javier, os seus outros filhos, Carlos e Monica Bardem, têm feito carreira enquanto atores. E ainda teve oportunidade de trabalhar em alguns filmes do seu irmão, o realizador Juan Antonio Bardem.

Em Espanha, as reações têm surgido dos mais diversos quadrantes, incluindo por parte de Pewdro Sanchéz, primeiro-ministro espanhol, que realçou o seu “legado no cinema, teatro e televisão” mas não só. “A grande Pilar Bardem era, acima de tudo, uma defensora da igualdade, da liberdade e dos direitos de todos e todas”, escreveu no Twitter.

 

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT