Cinema

“Mulan” estreia em Portugal em dezembro (mas nem sequer vai passar pelos cinemas)

Vai ter que esperar mais alguns meses até poder ver o filme. É a nova versão da história com a heroína chinesa.
O mistério sobre a exibição em Portugal foi desvendado.

Era uma das maiores dúvidas neste ano atípico para o cinema, mas que agora já fica esclarecida. A plataforma de streaming Disney+ vai ser lançada em Portugal a 15 de setembro, mas não vai contar com a nova versão de “Mulan” no seu catálogo, ao contrário do que irá acontecer na maioria dos países (onde os utilizadores até terão de pagar um valor extra, além da mensalidade, para terem acesso ao filme). Segundo o que a NiT apurou junto da Disney, o filme só chega a Portugal a 4 de dezembro e estará incluído na mensalidade do novo serviço.

Depois de a nova versão da história ter sido adiada por causa da pandemia, ainda em março, e com vários sucessivos adiamentos nos meses seguintes, os responsáveis da Disney tomaram uma decisão que pode mudar o paradigma da indústria. Na maioria dos países onde a plataforma já foi lançada, como os Estados Unidos da América ou Espanha, entre tantos outros, “Mulan” estreia diretamente na Disney+ — nos EUA o custo extra será o equivalente a 25,39€ e em Espanha vai ser de 21,99€. Só nos países que ainda não tenham o serviço e em que as salas estejam abertas é que o filme vai estrear nos cinemas.

Não se sabe ao certo o que justifica esta decisão, visto que as salas de cinema já reabriram em Portugal há alguns meses e receberam recentemente a estreia de “Tenet“, que animou os números no mercado nacional, e o serviço de streaming chega ao nosso País ainda este mês. Assim, os espectadores nacionais terão que esperar até ao final do ano para poderem ver a versão de “Mulan” em imagem real, que ficará disponível para quem tenha uma subscrição ativa da Disney+.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT