Cinema

O filme adolescente produzido por Alicia Keys que chegou ao primeiro lugar da Netflix

“Work It” estreou na plataforma de streaming a 7 de agosto e tem uma grande componente de dança na história.
Tem 1h33 de duração.

Apesar de ser um género habitualmente popular, seja nos cinemas ou na Netflix, os filmes adolescentes relacionados com dança não costumam ser especialmente conceituados nem aclamados pela crítica.

No caso da plataforma de streaming, várias histórias de adolescentes têm sido arrasadas pela imprensa especializada, mas “Work It” pode ser um caso ligeiramente diferente. Estreou a 7 de agosto e em Portugal já é o conteúdo mais visto da plataforma de streaming — pelo menos tendo em conta os dados das últimas 24 horas.

Os críticos em geral dizem que, dentro do género, é um filme bem conseguido — ainda que tenha uma narrativa previsível e não seja propriamente inovador em nenhum aspeto. Por outro lado, além do espírito romântico e energia da história, o casting tem sido bastante elogiado.

Não são apenas bons atores que podem dançar, nem bailarinos talentosos com uma capacidade mínima para representar. Estão mesmo a ser elogiados por conseguirem fazer bem ambas as coisas.

Esta é a história de Quinn (Sabrina Carpenter), uma aluna brilhante do último ano do secundário que tem algumas dificuldades em socializar e que, mais do que tudo, deseja concretizar o seu sonho: entrar na universidade de Duke.

Está tão desesperada por o conseguir, aliás, que quando descobre que a pessoa que a vai entrevistar para avaliar a sua hipótese de entrar na faculdade tem uma grande apreciação pela dança, Quinn finge que também é uma paixão sua e que está na premiada equipa da escola.

Através da melhor amiga, Jas acaba por se juntar a um grupo de alunos com quem compõe um coletivo de dança hip hop. Quinn aprende rápido e será neste grupo que vai fazer amizades e passar por aventuras, enquanto o enredo se afasta cada vez mais da questão da entrada na universidade.

Dentro deste coletivo de dança está também Jake (Jordan Fisher), que será o instrutor privado de Quinn e, inevitavelmente, a sua grande paixão. As personagens vão dançando ao longo da história, em cenas com coreografias elaboradas, normalmente em espaços exteriores. 

“Work It”, o título desta produção, é o nome da competição para qual o grupo está a treinar. Pelo meio desta comédia, há várias referências a outros grandes filmes do género, como “Step Up”, e uma aluna bailarina rival.

O filme da Netflix, que tem pouco mais de uma hora e meia de duração, foi realizado por Laura Terruso, escrito por Alison Peck e produzido, entre outros, pela cantora Alicia Keys. As gravações aconteceram no ano passado em Toronto, no Canadá.

O elenco inclui ainda Liza Koshy, Keiynan Lonsdale, Briana Andrade-Gomes, Naomi Snieckus, Michelle Buteau, Drew Ray Tanner, Neil Robles e Tyler Hutchings, entre outros.

Carregue na galeria para conhecer as principais novidades da televisão (e do streaming) deste mês de agosto.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT