Cinema

O inesperado filme de terror da Netflix que 99% dos críticos adoram

"Na Sombra do Medo" leva-nos até aos terrores da guerra entre o Irão e o Iraque. Mas não só.
Tenha medo, muito medo

Teerão, Irão, 1988. É nesse ano que Shideh (Narges Rashidi) tenta retomar o curso depois do casamento e de ser mãe. O seu passado de ativismo político torna-se num obstáculo. E em plena guerra com o Iraque, tudo desaba.

O marido é enviado para a frente da guerra e Shideh, que recusou abandonar a cidade, mesmo a pedido do marido, fica presa em casa à medida que os bombardeamentos aéreos se tornam cada vez mais perigosos.

Entre os horrores da guerra, pesadelos e uma doença que afeta Dorsa, Shideh desenvolve também sintomas de stress pós-traumático. Mas é com a explosão provocada com um míssil que a condição da filha piora, entre alertas à mãe de que sente uma estranha presença na casa. Aos poucos, Shideh desconfia que tudo será obra de um demónio que terá possuído a filha.

O thriller de terror e mistério lançado em 2016 foi um sucesso à época e conquistou mesmo um BAFTA para Melhor Estreia do Ano. A co-produção qatari, jordana e inglesa chegou mesmo a ser escolhida para repreentar o Reino Unido nos Óscares, mas acabaria por não ser nomeada. Não foi tudo.

Mesmo cinco anos depois, “Na Sombra do Medo” continua com uma intacta e notável classificação no agregador de críticas Rotten Tomatoes: um quase perfeito 99 por cento.

“Inicialmente, é fascinante, e depois torna-se aterrador”, nota Noel Murray, crítico do jornal “The Los Angeles Times”. “É tanto uma tragédia como um filme de terror — e a dor que provoca permanece muito para lá de debelados os sustos”, assina outro crítico.

“Na Sombra do Medo” tem 84 minutos de duração e está atualmente disponível na Netflix.

Carregue na galeria para conhecer outras novidades da Netflix (e não só).

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT