Cinema

“O Projeto Adam”: Ryan Reynolds viaja no tempo no novo filme da Netflix

O ator inspirou-se na morte do pai para este projeto, que é do mesmo realizador de “Free Guy”. Estreia esta sexta-feira.
Tem quase duas horas de duração.

Depois de “Free Guy”, o realizador Shawn Levy (que é um dos produtores de “Stranger Things”) e o ator Ryan Reynolds reuniram-se para um novo filme. Chama-se “O Projeto Adam”, é uma história de ficção científica e estreia na Netflix esta sexta-feira, 11 de março.

A narrativa foi inspirada na ideia de uma pessoa revisitar e fazer as pazes com o próprio passado — um assunto que se particularmente relevante para Ryan Reynolds após a morte do pai.

“O Projeto Adam” acompanha Adam Reed (Walker Scobell), um jovem pré-adolescente que está a lidar com a morte do pai cientista (Mark Ruffalo) — com a sua mãe (Jennifer Garner) — quando se depara com o seu “eu” do futuro. Ou seja, a versão de 40 anos de Adam, que regressou ao passado vindo do ano 2050.

“Há uma fala que até é da minha vida real, que diz que ‘os rapazes voltam sempre para as suas mamãs’. Isso foi muito verdade quando o meu pai faleceu”, disse Ryan Reynolds à revista “Entertainment Weekly”.

“Eu sou um de quatro rapazes e unimo-nos em torno da minha mãe. Voltámos todos para ela de uma forma que sei que teve um significado incrível para ela.”

O realizador Shawn Levy acrescentou: “Existem algumas ideias neste filme por que todos nós ansiamos. Perdoares os teus pais através de os compreenderes, e fazeres as pazes com o teu ‘eu’ do passado. Todos nós já fomos aquele miúdo que questiona se vai ficar tudo bem. Que sonho que isso seria. Acho que este filme pode explorar muitos ‘e se?’ que são humanos e coletivos”.

A razão que leva o Adam do futuro a visitar o Adam do presente tem a ver com encontrar a sua futura/atual mulher Laura (Zoe Saldana). Rouba uma aeronave no ano de 2050 e, sob tiros no espaço, consegue escapar para o passado. O seu objetivo não é propriamente cumprido: em vez de 2022, a ideia de Adam era regressar a 2018.

As duas versões de Adam juntam-se para esta missão, que rapidamente se transforma numa luta para salvar o futuro das mãos da vilã da tecnologia Maya Sorian (Catherine Keener) — antiga chefe do pai de Adam.

O enredo acabará por explorar várias questões éticas relacionadas com as viagens no tempo. Uma série de personagens mais velhas vão tentar manipular o respetivo passado — ou seja, eles próprios — e haverá inúmeras reviravoltas inesperadas. Que podem envolver equações, cristais ou reatores nucleares: talvez a vertente científica da história não seja propriamente a mais relevante.

“O Projeto Adam” pode ser um filme especialmente recomendável para os fãs de Ryan Reynolds. Além de interpretar o Adam do futuro, o Adam pré-adolescente foi criado à sua imagem — no sentido em que os diálogos e o tom foram desenvolvidos com isto em mente.

O elenco inclui ainda Alex Mallari Jr., Braxton Bjerken, Kasra Wong, Donald Sales, Esther Ming Li ou Ben Wilkinson, entre outros.

Carregue na galeria para conhecer outras novidades da Netflix (e não só).

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT