Cinema

Piada de Chris Rock sobre Jada Pinkett Smith não estava no guião dos Óscares

Fontes da Academia dizem que foi um momento improvisado pelo comediante. Will Smith já pediu desculpas pela agressão.
Chris Rock foi agredido por Will Smith.

De acordo com várias fontes da Academia de Hollywood, a entidade que organiza os Óscares, a piada de Chris Rock sobre o cabelo de Jada Pinkett Smith — que deu origem à agressão de Will Smith — não estava incluída no guião da cerimónia. Ou seja, não chegou a ser aprovada por qualquer membro da produção.

Neste tipo de galas, a maioria dos discursos das personalidades que apresentam os prémios e entregam as estatuetas está previamente escrita — e existem até ensaios. Neste caso, tratou-se de uma piada improvisada no momento por Chris Rock.

“Com um programa em direto e com comediantes, surgem sempre piadas que não estão no guião. Existe aquela ideia de chocar e de tentar perceber o que aconteceu e partir daí”, disse uma fonte à revista “Entertainment Weekly”.

Segundo alguns relatos, a equipa que dirige a produção da cerimónia dos Óscares ficou chocada com o momento e não conseguiu reagir durante a cerimónia, apesar de a possibilidade de expulsar Will Smith da gala ter sido considerada.

O ator fez um pedido de desculpas público a Chris Rock através da sua página de Instagram. Conheça as reações à agressão durante a gala, descubra se Will Smith pode perder o Óscar, veja o momento em que Will Smith é reconfortado por Denzel Washington e leia o artigo da NiT sobre os traumas do ator relacionados com a violência a que foi exposto na infância. 

Saiba também qual a doença autoimune de que sofre Jada Pinkett Smith, que originou a piada de Chris Rock, e leia as principais reações dos humoristas portugueses. Chris Rock já tinha feito piadas sobre os Smith nos Óscares de 2016. O comediante recusou apresentar queixa contra Will e a Academia condenou o incidente, dizendo que pondera avançar com outras consequências.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT