Cinema

“Priscilla”. Filme sobre a mulher de Elvis está a caminho dos cinemas nacionais

A obra de Sofia Coppola é baseada no livro de memórias da viúva de Presley. Recebeu uma ovação em pé no festival de Veneza.
"Priscilla" faz parte da programação do Leffest

Em 2022, “Elvis” de Baz Luhrmann voltou a trazer para o palco a vida Rei do Rock ‘n’ Roll, com uma elogiada longa-metragem protagonizada por Austin Butler. No ano seguinte, o foco passou a estar na surpreendente mulher do cantor, com uma visão bem distinta da veiculada no biopic do músico.

Priscilla”, o filme de Sofia Coppola, chega às salas de cinema nacionais a 7 de março. Até então, a produção só tinha sido exibida em novembro, no Teatro Tivoli, como parte da programação do festival Leffest.

Baseado no livro de memórias escrito pela esposa de Presley e por Sandra Harmon, “Elvis and Me”, lançado, em 1995, este projeto acompanha a jovem Priscilla Beaulieu quando conheceu o cantor, que ganha vida nesta adaptação graças a Jacob Elordi (Nate Jacobs de “Euphoria”).

Na altura, a jovem tinha apenas 14 anos e o encontro fez despertar uma relação intensa que a levou para o centro de um dos romances mais famosos da história da cultura pop. “É muito difícil sentares-te a ver um filme sobre ti, sobre a tua vida, sobre o teu amor”, confessava Priscilla, na conferência de imprensa de antecipação da estreia.

A história “narra o lado menos conhecido de um grande mito americano e traça um retrato profundamente comovente, arrebatador e detalhado de uma história de amor, fantasia e fama”, pode ler-se na sinopse.

Apesar de ter sido constantemente consultada durante o processo de criação do filme, a mulher, agora com 78 anos, afirmou estar “muito preocupada” com a produção. Até porque o projeto aborda alguns aspetos menos conhecidos e mais perturbadores do casamento de ambos. Não existem travões nas amostras de misoginia, traições ou controlo tóxico retratados na obra de Coppola.

Apesar de os familiares terem opiniões distintas, a crítica parece ter gostado do novo trabalho de Sofia Coppola. “Priscilla” passou de uma ovação estrondosa em Veneza para um desfile de boas críticas por parte dos especialistas. Arrancou com um ímpar 100 por cento no agregador de críticas Rotten Tomatoes, onde hoje se mantém com a digna nota de 94.

Carregue na galeria para conhecer todas as novidades que chegam às plataformas de streaming e à televisão nacional em fevereiro.

Áudio deste artigo

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT