Cinema

Quatro anos após as acusações de assédio sexual, Kevin Spacey volta a fazer um filme

O ator vai ter um papel pequeno, mas não deixa de ser um regresso a Hollywood.
As acusações a Kevin Spacey começaram em 2017

Foi em 2017 que Anthony Rapp acusou Kevin Spacey de assédio sexual. O incidente aconteceu quando o primeiro tinha apenas 14 anos, enquanto Spacey tinha 26. Depois de muita controvérsia e de ter sido despedido de vários projetos, Kevin Spacey prepara-se para regressar ao ativo. Vai interpretar um pequeno papel de um detetive num novo filme realizado por Franco Nero, onde irá contracenar com Vanessa Redgrave.

L’uomo Che Disegnò Dio” (“O Homem Que Desenhou Deus”) é o primeiro projeto de Spacey após “O Clube dos Meninos Bilionários“, lançado em 2018. Quanto à sua participação, Franco Nero mostra estar entusiasmado, acrescentando que Spacey “é um grande ator” e que mal pode esperar pelo começo das filmagens.

Após as acusações de Anthony Rapp, 15 outras pessoas revelaram ter tido experiências semelhantes com o ator, mas de nenhuma destas alegações surgiu alguma acusação formal contra Spacey. Todavia, tiveram impacto na carreira do ator, que foi despedido de “House of Cards“, série da Netflix que protagonizava, e de outros projetos. O ator sempre negou ter cometido estes atos.

A estreia de “L’uomo Che Disegnò Dio” está prevista para outubro deste ano. É descrito como um relato sobre a ascensão e queda de um artista cego que tem o dom extraordinário de fazer retratos realistas simplesmente ao ouvir a voz de uma pessoa. A sinopse descreve o projeto como “uma fábula sobre a necessidade de redescobrir o milagroso poder da dignidade num mundo onde o ruído dos media resolveu o problema da imperfeição do homem simplesmente por ter removido o problema em si”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT