Cinema

A “obra-prima do cinema” que ganhou 7 Óscares — e que acaba de chegar à Netflix

Inspirado numa história verídica da II Guerra Mundial, o filme de Steven Spielberg marcou uma geração e fez sucesso em 1993.
É um filme de culto.

É um nome incontornável do cinema moderno. “A Lista de Schindler” não é só uma história verídica, uma obra de Steven Spielberg ou um recipiente de muitos Óscares. É uma fórmula perfeita que conseguiu unir críticos e público na eleição de um dos mais icónicos filmes das últimas décadas. 

O filme lançado em 1993 chegou esta segunda-feira, 1 de abril, ao catálogo da Netflix, e este é o momento ideal para duas situações: para os mais novos que nunca o viram, poderem marcar encontro com o clássico pela primeira vez; e para os que já viram voltarem a ver.

“Durante a Segunda Guerra Mundial, um empresário alemão usa a inteligência, persuasão e suborno para proteger centenas de judeus contra os nazistas na Polónia”, lê-se na sinopse d'”A Lista de Schindler”. No agregador Rotten Tomatoes, conta com uma avaliação quase perfeita de 98 por cento por parte dos críticos com base em 137 pontuações.

“Não é apenas uma obra-prima, mas também uma espécie de milagre”, descreve o “The Daily Gazette”. “Este triunfante filme de Steven Spielberg [o realizador] é um memorial comovente do Holocausto. É também um lembrete oportuno do que o genocídio e limpeza étnica realmente significam. Mas, acima de tudo, é incrível”, diz o “Sunday Mirror”.

Na edição de 1994 dos Óscares, a produção levou sete estatuetas para casa: o cobiçado Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Guião, Melhor Cinematografia, Melhor Arte, Melhor Edição e Melhor Música.

Além de ter sido um fenómeno entre os críticos, foi um sucesso nas bilheteiras mundiais, visto que arrecadou 296 milhões de euros. O orçamento, por sua vez, era de apenas 20 milhões. O elenco da obra de renome conta com Liam Neeson, Ralph Fiennes, Ben Kingsley, Caroline Goodall ou Embeth Davidtz no elenco.

Carregue na galeria e conheças outras novidades de abril.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT