Cinema

Salvador Sobral e “A Sociedade da Neve” levam emoção aos prémios Goya

A atuação do cantor português foi considerada pelo jornal "El País" como um dos momentos mais comoventes da noite.
Uma noite de emoções.

A 38.ª edição dos Prémios Goya, que celebram o melhor do cinema espanhol, decorreu na noite deste sábado, 10 de fevereiro, em Valladolid. O grande destaque foi “A Sociedade da Neve”, filme que estreou a 4 de janeiro, na Netflix. A narrativa aborda um acidente de avião onde morreram quase 30 pessoas. Os relatos são arrepiantes.

A obra de Juan Antonio Bayona estava nomeada em 13 categorias e acabou por sair vitoriosa de 12. Também recebeu duas das estatuetas mais cobiçadas: Melhor Realização e Melhor Filme.

“A quatro mil metros de altitude, à frente dos túmulos dos falecidos, pedi permissão às famílias para contar esta história. Espero ter estado à altura disso. Durante dez anos, disseram-nos que um filme com esta ambição não poderia ser feito em espanhol”, disse o realizador ao receber o penúltimo prémio da noite.

Quando subiu ao palco para receber o troféu de Melhor Filme, o discurso foi ainda mais comovente. “Quando levas um filme falado em castelhano para outro país sentes que estás a entrar pela porta das traseiras e quando estou aqui parece que jogo noutro campeonato. Mas a minha casa é o cinema espanhol, estou muito orgulho de pertencer a esta família”, afirmou.

“Penso nestas pessoas que estiveram na montanha, abandonadas e dada como mortas, no meio do nada, e puderam sair porque trabalharam juntas e colaboraram para fazer o impossível. E essa é a ideia que sempre tive da nossa família do cinema espanhol. Que juntos, podemos conseguir o que queremos.”

A lista de distinguidos não inclui filmes com mão portuguesa, mas o nosso País esteve em destaque num dos momentos mais emotivos da cerimónia. Salvador Sobral e Sílvia Pérez Cruz interpretaram uma versão de “Procuro Olvidarte”, de Manuel Alejandro, durante o segmento da gala em que são homenageados os profissionais desaparecidos no último ano.

“Vozes extremamente sensíveis, dolorosas, íntimas. Começaram a cantar e abriu-se um parêntesis nas nossas vidas. Acompanhados por uma violoncelista, foi a canção mais emocionante da gala”, escreveu o “El País”.

Entre performances e premiações, o assunto mais abordado nesta edição dos Goya foi a violência sexual. O tema começou a ser debatido há cerca de duas semanas em Espanha, quando três mulheres acusaram o realizador Carlos Vermut de abuso. Muitos dos convidados da gala abordaram este tópico durante a passadeira vermelha (e não só).

Confira a lista dos principais vencedores da noite.

Goya de Honra

Juan Mariné

Melhor Ator Secundário

José Coronado, “Cerrar los ojos”

Melhor Canção Original

“Yo Solo Quiero Amor”, de “Te estoy amando locamente” (Rigoberta Bandini)

Melhores Figurinos

Julio Suárez, “A Sociedade da Neve”

Melhores Efeitos Especiais

Pau Costa, Félix Bergés e Laura Pedro, “A Sociedade da Neve”

Melhor Maquilhagem e Hairstyling

Ana López-Puigcerver, Belén López-Puigcerver e Montse Ribé, “A Sociedade da Neve”

Melhor Novo Ator

Matías Recalt, “A Sociedade da Neve”

Melhor Edição

Andrés Gil e Jaume Martí, “A Sociedade da Neve”

Melhor Cinematografia

Pedro Luque, “A Sociedade da Neve”

Melhor Edição de Som

Jorge Adrados, Oriol Tarra y Marc Orts, “A Sociedade da Neve”

Melhor Arte

Alain Bainée, “A Sociedade da Neve”

Melhor Design de Produção

Margarita Huguet, “A Sociedade da Neve”

Melhor Trilha Sonora Original

Michael Giacchino, “A Sociedade da Neve”

Melhor Filme de Animação

“Robot Dreams”

Melhor Documentário

“Mientras seas tú, el aquí y ahora”

Melhor Curta-metragem de ficção

“Aunque es de noche”

Melhor Curta-metragem Documental

“Ava”

Melhor Curta-metragem de animação

“To bird or not to bird”

Goya Internacional

Sigourney Weaver

Melhor Nova Atriz

Janet Novás, “O corno”

Melhor Filme Iberoamericano

“La Memoria Infinita” (Chile)

Melhor Filme Europeu

“Anatomia de Uma Queda”

Melhor Atriz Secundária 

Ane Gabarain, “20.000 especies de abejas”

Melhor Guião Adaptado

“Robot Dreams”, Pablo Berger

Melhor Guião Original

“20.000 especies de abejas”, Estibaliz Urresola Solaguren

Melhor Ator

David Verdaguer, “Saben aquell”

Melhor Atriz

Malena Alterio, “Que nadie duerma”

Melhor Realizador

J.A. Bayona, “A Sociedade da Neve”

Melhor Filme

“A Sociedade da Neve”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT