Cinema

Scarlett Johansson processa Disney por causa de lançamento de “Viúva Negra”

O novo filme da Marvel estreou nos cinemas e ao mesmo tempo no Disney+. Atriz não gostou.
Em causa a estreia em streaming.

Scarlett Johansson, que interpreta Natasha Romanov, personagem principal do recente “Viúva Negra”, avançou com um processo contra a Disney. Em causa está o facto de o filme ter estreado nos cinemas e, ao mesmo tempo, na Disney+.

A atriz, que já participou em nove filmes do universo Marvel, revelou que tinha já alertado a Disney nos últimos meses. Como os avisos não evitaram a estreia simultânea do filme na plataforma de streaming, a atriz avançou agora com um processo. A estreia na Disney+ foi associada a um pagamento extra, de 30 dólares (cerca de 25€), para os subscritores da Disney+ poderem ver o filme.

O processo de que a agência AP deu conta ao final de quinta-feira, 29 de agosto, diz respeito ao facto de parte dos ganhos da atriz estarem associados às bilheteiras. O “The New York Times” nota que no fim de semana de estreia nos EUA o filme esteve entre as mais bem sucedidas estreias em tempos de pandemia mas os números baixaram logo no fim de semana seguinte.

O filme viu a sua estreia adiada um ano devido à pandemia e acabou por chegar aos cinemas e ao streaming em simultâneo, algo que não era de todo uma prática mas que começou a verificar-se mais nos últimos 16 meses, devido à pandemia, que em vários momentos obrigou a restrições e até encerramentos de cinemas.

Hollywood já tem sido palco de algumas críticas e discordâncias entre atores, realizadores e produtores sobre a estratégia. No entanto, até ao momento nenhum caso tinha atingido esta notoriedade, com um dos nomes mais conhecidos de Hollywood a levar uma gigante como a Disney a tribunal.

“Viúva Negra” estreou a 8 de julho nos cinemas nacionais. Realizada por Cate Shortland, a história acompanha Natasha Romanoff nas suas missões entre a Guerra Civil e a Guerra do Infinito, momentos chave do universo cinematográfico da Marvel. O elenco inclui ainda Florence Pugh, David Harbour, Rachel Weisz, William Hurt, Ryan Kiera Armstrong, O-T Fagbenle e Yolanda Lynes, entre outros.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT