Cinema

Um autista e uma recém divorciada protagonizam a nova história de amor da Netflix

"Goyo" é apaixonado por Van Gogh e trabalha num museu de arte. De repente, os seus dias mudam por completo.
Um romance dramático.

Goyo é um autista apaixonado por Van Gogh e trabalha como guia no Museu Nacional de Belas Artes em Buenos Aires. A rotina é sempre a mesma, mas chega Eva, uma nova segurança do espaço. O encontro inesperado leva a que partilhem visões e crenças diferentes sobre as coisas. Facilmente seria a história de qualquer um, mas é retratada no novo filme da Netflix, “Goyo””, que estreou esta sexta-feira, 5 de julho. 

A produção de Marcos Carnevale promete ser um drama romântico, explorando várias formas de amar e de ser amado. Goyo, interpretado por Nicolás Furtado, irá passar a lidar com a nova colega que está no meio de um divórcio conturbado e com dois filhos para criar sozinha. 

“Um jovem autista que trabalha num museu vive numa rotina rígida, mas tudo muda quando ele se apaixona por uma colega e tem de lidar com novas e intensas emoções”, lê-se na sinopse. 

No elenco da longa-metragem de quase duas horas, estão também Nancy Dupáa, Soledad Villamil, Cecilia Roth e Pablo Rago. 

A obra, indicada para os fãs de um bom drama, promete algumas passagens de humor e outras ligadas à inclusão social. Exemplo é uma abordagem à violência doméstica e à própria síndrome de espectro do autismo. Os temas reais e atuais dão asos a uma reflexão sobre as diferenças, o amor e a autoconfiança. 

Carregue na galeria para descobrir outras produções que chegam à televisão e às plataformas de streaming em julho. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT