Cinema

Votação NiT: qual dos 10 nomeados deveria ganhar o Óscar de Melhor Filme?

De "Oppenheimer" a "Barbie" e "Pobres Criaturas", a categoria reúne produções tão ecléticas como elogiadas.
Toca a votar.

É um ciclo vicioso, mas do qual todos gostamos de fazer parte. No próximo domingo, 10 de março, decorre a cerimónia dos Óscares e, tal como já estamos habituados, vamos passar a madrugada acordados porque não conseguimos adormecer por estarmos a pensar se a nossa obra favorita vai vencer pelo menos uma das tão cobiçadas estatuetas.

A categoria pela qual aguardamos sempre com mais ansiedade — e aquela que fecha sempre a gala — é a de Melhor Filme. O alinhamento para 2024 é realmente eclético, com dez produções de estilos totalmente diferentes.

Mesmo assim, há algumas que se destacam, como “Oppenheimer”. É a longa-metragem com mais nomeações nesta que é a 96.ª edição dos prémios da Academia. Relata a história real do criador da bomba atómica J. Robert Oppenheimer — que também lutou para travar as armas nucleares.

É protagonizado por Cillian Murphy e baseia-se no livro “American Prometheus: The Triumph and Tragedy of J. Robert Oppenheimer”, de Kai Bird e Martin J. Sherwin, vencedor de um prémio Pulitzer.

O filme foi um dos maiores sucessos de bilheteira de 2023. Em setembro do ano passado, tornou-se o filme biográfico mais rentável de sempre, ao arrecadar 853 milhões de euros. Atualmente, já soma 874 milhões.

Além de ser a obra com mais nomeações nos Óscares, foi o grande vencedor dos Critics Choice Awards deste ano. Ganhou um total de oito prémios: Melhor Filme, Melhor Realização, Ator Secundário, Fotografia, Banda Sonora, Elenco, Montagem e Efeitos Visuais. Na primeira semana do ano, nos Globos de Ouro, arrecadou cinco galardões.

Não podemos falar de êxitos monetários sem mencionarmos “Barbie”, realizado por Greta Gerwig e protagonizado por Margot Robbie e Ryan Gosling. Em 2023, foi a produção que mais dinheiro arrecadou mundialmente: 1,33 mil milhões de euros.

O filme acompanha a vida ideal desta personagem em Barbieland, onde tudo é perfeito. No entanto, quando ela começa a falar sobre temas existenciais com as outras bonecas da Mattel — “alguma vez pensaram sobre a morte?”, questiona-se, por exemplo, a protagonista a meio de uma festa repleta de dança e música — a sua vida muda completamente.

Sem a magia que a caracteriza, Barbie e o pseudo-namorado Ken partem para o “mundo real” para tentarem encontrar uma solução para este problema. Mas a única coisa com que se vão deparar são mais dilemas inconvenientes.

Foi um sucesso mundial, mas ficou aquém das expectativas nos Óscares — pelo menos segundo muitos fãs que mostraram nas redes sociais o seu descontentamento para com a falta de nomeações em categorias como Melhor Realização e Melhor Atriz Principal.

“Não há Ken sem a Barbie e não há filme da Barbie sem a Greta Gerwig e a Margot Robbie, as duas pessoas mais responsáveis por este filme histórico e celebrado em todo o mundo”, disse Ryan Gosling em janeiro deste ano, após serem conhecidas as obras e talentos apontados às estatuetas.

“Ninguém poderia ser reconhecido pelo seu trabalho nesta produção sem o talento, a determinação e a competência de ambas. Dizer que estou desapontado por não estarem nomeadas nas respetivas categorias seria um eufemismo”, critica.

“Contra todas as probabilidades, com uma mão cheia de bonecos sem alma, pouco vestidos e sem genitais, Gerwig e Robbie fizeram-nos rir, partiram os nossos corações, impulsionaram a cultura pop e fizeram história. O trabalho delas merece ser reconhecido em pé de igualdade com o dos restantes — e justos — nomeados”, sublinha Gosling.

A categoria mais cobiçada da gala não conta apenas com “Oppenheimer” e “Barbie”. Inclui ainda muitas produções elogiadas tanto pelos críticos, como pelo público — como “Pobres Criaturas” ou “Past Lives”.

Há uma questão à qual toda a gente procura a resposta. Afinal, quem devia levar para casa o troféu de Melhor Filme? Pois bem, já pode eleger o seu favorito nesta votação da NiT, que terminará no próximo sábado, 9 de março.

Votação NiT: que obra devia ganhar o Óscar de Melhor Filme?

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT